Convênios do Pró-Semiárido asseguram mais crescimento produtivo da agricultura familiar na Bahia

Foram assinados três convênios com investimentos que somam mais de R$1,5 milhão.
Foram assinados três convênios com investimentos que somam mais de R$1,5 milhão.
Foram assinados três convênios com investimentos que somam mais de R$1,5 milhão.
Foram assinados três convênios com investimentos que somam mais de R$1,5 milhão.

A agricultura familiar segue reacendendo investimentos do Governo do Estado da Bahia. Nesta quarta-feira (27/03/2019), no município de Jacobina, Território Piemonte da Diamantina, foram assinados três convênios com investimentos que somam mais de R$1,5 milhão. Os recursos serão aplicados pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio do projeto Pró-Semiárido.

Dois convênios são destinados à criação de Rede de Sementes Crioulas e Raças Adaptadas. O objetivo é apoiar ações de resgate, produção e conservação de sementes crioulas – sementes cultivadas tradicionalmente por gerações de agricultores familiares – com foco na segurança e soberania alimentar e nutricional das populações do semiárido baiano.

Também foi assinado convênio para organizar os agricultores familiares do semiárido para Certificação Orgânica e ampliação de agroindústria familiar. O diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, informou que “esses convênios são investimentos estratégicos do Pró-Semiárido que vão estimular a ampliação da base de produção, com certificação de produtos, além de assegurar o resgate de sementes importantes para a qualidade dos produtos da agricultura familiar”.

Paulo Santos, presidente da Cooperativa de Produção da Região do Piemonte da Diamantina (Coopes), comemorou a assinatura do convênio de mais de R$182 mil, que serão destinados à verticalização da produção: “Esse convênio vem somar na requalificação e restruturação da Coopes, vai agregar valor à nossa produção, permitir o acesso a novos mercados e, sobretudo, melhorar a geração de renda para centenas de famílias”.

A representante da Rede de Agroecologia Povos da Mata, Paula Ferreira, também celebrou a assinatura do convênio de mais de R$ 374 mil, que beneficiará mais de 240 famílias. Ela destacou que a ação vai “ampliar a certificação orgânica e fazer com que agricultores familiares estejam aptos a comercializarem seus produtos para qualquer lugar do Brasil”.

Sementes Crioulas

Os convênios para apoiar ações de resgate, produção e conservação de sementes crioulas foram assinados com a Cooperativa Mista de Produção e Comercialização Camponesa da Bahia, que irá atuar em 40 comunidades.

Rogerio Silva, integrante do Movimento de Pequenos Agricultores (MPA), e técnico que vai desenvolver o projeto de sementes crioulas, pontuou que “as sementes crioulas são importantes em todos os aspectos, cultural, social e também para garantir a genética das sementes, além de ser uma iniciativa que valoriza as mulheres e os jovens, responsáveis por garantir a perpetuação da espécie por gerações”.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114963 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.