Cinco ex-governadores do Rio de Janeiro foram presos no últimos três anos

Moreira Franco, ex-ministro do Governo Bolsonaro, foi preso nesta quinta-feira (21/03/2019), por envolvimento em atos de corrupção desvelados no Caso Lava Jato.
Moreira Franco, ex-ministro do Governo Bolsonaro, foi preso nesta quinta-feira (21/03/2019), por envolvimento em atos de corrupção desvelados no Caso Lava Jato.
Moreira Franco, ex-ministro do Governo Bolsonaro, foi preso nesta quinta-feira (21/03/2019), por envolvimento em atos de corrupção desvelados no Caso Lava Jato.
Moreira Franco, ex-ministro do Governo Bolsonaro, foi preso nesta quinta-feira (21/03/2019), por envolvimento em atos de corrupção desvelados no Caso Lava Jato.

Com a prisão do ex-ministro Moreira Franco, de 74 anos, em um desdobramento da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, são cinco os ex-governadores do estado detidos nos últimos três anos. A lista inclui os ex-governadores Sergio Cabral, Luiz Fernando Pezão, Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho.

O ex-ministro foi preso ontem sob a acusação de negociar o pagamento de propina, no valor de R$ 1 milhão, à Engevix em obras relativas à usina nuclear Angra 3. Moreira Franco foi governador do Rio de Janeiro no período de 1987 a 1991.

Preso no Batalhão Especial Prisional, em Niterói, no Rio, Pezão é acusado de manter o esquema de corrupção iniciado por Cabral, detido em 2016.

Na quarta-feira (20/03/2019), Cabral foi denunciado pela 29ª vez pelo Ministério Público Federal do Rio de Janeiro por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Reunindo todas as penas, ele deve cumprir cerca de 200 anos de prisão.

Os ex-governadores Anthony e Rosinha são acusados por crimes de corrupção, concussão, participação em organização criminosa e falsidade na prestação das contas eleitorais. O casal recorreu e responde ao processo em liberdade.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110924 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]