Cantor Adão Negro comanda a ressaca carnavalesca do Música no Parque, em Salvador

A banda Adão Negro encerra a edição de verão do projeto que este ano trouxe gratuitamente nomes como Jau, Luiz Caldas e Ilê Aiyê.
A banda Adão Negro encerra a edição de verão do projeto que este ano trouxe gratuitamente nomes como Jau, Luiz Caldas e Ilê Aiyê.
A banda Adão Negro encerra a edição de verão do projeto que este ano trouxe gratuitamente nomes como Jau, Luiz Caldas e Ilê Aiyê.
A banda Adão Negro encerra a edição de verão do projeto que este ano trouxe gratuitamente nomes como Jau, Luiz Caldas e Ilê Aiyê.

Eles garantem que vão fazer um carnaval e que será uma alegria amor sem fim. Nos versos da canção Anjo Bom e na ressaca do Música no Parque, o Adão Negro garante que o sábado (09/02/2019), às 17 horas, será de muito reggae e boas energias no Parque Costa Azul. A banda encerra a edição de verão do projeto que este ano trouxe gratuitamente nomes como Jau, Luiz Caldas e Ilê Aiyê.

Com a formação original: Serginho no vocal, Guima no baixo e Aurelino na bateria, o show terá os clássicos de carreira e a canção de trabalho Pensa e Faz, uma composição de Serginho e Peu Del Rey, com apoio dos rappers Dow Raiz e Ogui, a música marca nova fase na produção da Adão Negro.

Estarão presentes as canções sucessos de público como Botar um, Vence Tudo, Reggae Me Leve, Feed Back, Pele Negra e Anjo Bom, como também por aqueles de crítica, como Afrodescendente. O projeto da Polo Cultural Marketing e Produções será aberto por Flor da Tailândia.

Adão Negro

Fundado em meados do ano de 1996, o Adão Negro gravou dois anos depois o primeiro disco. Impulsionado pelos amantes do reggae, o grupo começou a tornar-se conhecido nas grandes capitais do país.

A partir do ano de 2000, começa a incluir na agenda cidades de diversos estados brasileiros desde Fortaleza a Porto Alegre, dividindo o palco com grandes nomes da música nacional como Planet Hemp, Natiruts, Cássia Eller e Capital Inicial, além dos ícones internacionais do reggae como Israel Vibration e Alpha Blondy.

Na discografia da banda liderada por Serginho, álbuns como Adão Negro e Pele Negra’ se tornaram os grandes sucessos, trazendo músicas como ‘Anjo Bom, Eu Louvei, Louco Louco, Botar Um, Boa Malandragem, Feed Back e Pele Negra.

O projeto

Boa música no sábado a tarde, aberto ao público. Uma realização da Polo Cultural Marketing e Produções, este será o terceiro show em 2019. O projeto visa colaborar com a programação de verão da orla baiana, um dos grandes atrativos turísticos do Estado.  O projeto tem o patrocínio do Governo do Estado por meio da Bahiatursa.

Iniciado em 2002, o projeto Música no Parque se tornou uma ação cultural aguardada pelo público soteropolitano, que há dezesseis anos, sabe que vai encontrar artistas consagrados e boas surpresas na tarde de sábado. Inovando em sua composição, sem perder sua principal característica, o projeto ocupa pelo segundo ano o Parque Costa Azul.

O Música no Parque surgiu em 2002 buscando criar um caminho que visava incentivar, promover e divulgar a música produzida na Bahia e no Brasil, em toda sua diversidade. O projeto se consolidou e até a última edição passou pelo seu palco nada menos que 175 artistas e grupos, de segmentos tão variados, que fez com que o Música no Parque se mantivesse como grande sucesso de público e de crítica em seus anos de realização.

História

O primeiro show do Música no Parque aconteceu no dia 04 de agosto de 2002, com apresentação da Orquestra Sinfônica da UFBA. A partir desta data, aos domingos, uma atração musical se apresentou dentro da programação do Projeto.

Dentre os vários artistas e grupos musicais que já passaram pelo palco do Parque da Cidade estão os cantores Riachão, Edil Pacheco, Alexandre Leão, Márcio Melo, Targino Gondim, Luiz Caldas, Lucas Santana, Chico César, Guilherme Arantes, Edson Cordeiro, Belchior, Otto, Eduardo Dussek, Moska, Xangai.

Também participaram do evento as cantoras Jussara Silveira, Lanlan, Mariene de Castro, Sylvia Patrícia, Rebeca Mata, Daniela Firpo, Márcia Short, Simone Sampaio, Lady Zu, Mart’nália, Vânia Abreu, Marcia Castro e as bandas Radiola, Diamba, Scambo, Adão Negro, Lampirônicos, Los Baganas, Cascadura, Ronei Jorge e os Ladrões de Bicicleta, Retrofoguetes.

Nestes anos de realização, foram realizados mais de 170 shows, com uma plateia estimada em mais de 500 mil pessoas e programação aberta a todos os ritmos e estilos musicais. É essa variedade de estilos musicais, associada a uma proposta sociocultural, que garante o sucesso e a continuidade do Projeto Música no Parque.

Agenda

O que: Ressaca da Música no Parque 2019

Quando: 9 de março, às 17 horas

Atração: Adão Negro

Onde: Parque Costa Azul

Endereço: Rua Adelaide Fernandes da Costa – Costa Azul

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112630 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]