Salvador: Noite de Literatura Preta na Casa de Angola; o evento contará com o lançamento do livro Alma Cativa, de Margarete Carvalho e da revista Òmnira

Cartaz anuncia Noite de Literatura Preta na Casa de Angola, em Salvador.
Cartaz anuncia Noite de Literatura Preta na Casa de Angola, em Salvador.
Cartaz anuncia Noite de Literatura Preta na Casa de Angola, em Salvador.
Cartaz anuncia Noite de Literatura Preta na Casa de Angola, em Salvador.

A União Baiana de Escritores (UBESC) e a Casa de Angola promovem nesta sexta-feira (15/02/2019), às 18:30 horas, no Centro Cultural Casa de Angola, em Salvador, o lançamento da revista de Literatura ‘Òmnira’, uma edição especial em homenagem ao líder negro, guerrilheiro, pensador, poeta e primeiro presidente de Angola, Agostinho Neto e também o romance ‘Alma Cativa’ (Ed. Òmnira), da professora e escritora Margarete Carvalho.

A mesa de abertura será com as falas do Adido Cultural e Diretor da Casa de Angola na Bahia, o artista plástico Benjamim Sabby; o escritor e editor Roberto Leal e a professora e escritora Margarete Carvalho. “Enfatizaremos a personificação de luta do saudoso líder guerrilheiro Dr. António Agostinho Neto, em uma noite de Literatura preta, aquela que mais ecoa o seu grito de Òmnira/Liberdade in Iorubá”, enfatiza Leal. A programação contará com o DJ angolano Fábio, o SARAUBESC, com a poesia preta da periferia que rolará solta na área externa, exposição de livros e revistas de autores angolanos e baianos/brasileiros, além da noite de autógrafos com bate papo com os autores, convidados e autoridades presentes.

Revista Òmnira

A revista Òmnira tem uma circulação em países de África, de língua portuguesa, já levou no seu conteúdo homenagens a grandes lideranças como: Castro Alves (Brasil), a Mulher Zungueira (Angola), Samora Machel (Moçambique), Nelson Mandela (África do Sul), Amilcar Cabral (Cabo Verde/Guiné Bissau) e Agostinho Neto (Angola), nas próximas edições as lembranças são de Germano Machado e Mãe Menininha do Gantois (Brasil). Nessa edição a revista carrega à poética e as letras nas suas mais diversas vertentes da Literatura, são 23 angolanos, 13 brasileiros, um cabo-verdiano e um americano, todos lidos em um só uníssono: África United, como pregou o saudoso rei do reggae jamaicano Bob Marley. A obra traz na capa uma pintura do artista plástico angolano Kabú retratando Agostinho Neto, numa expressiva e acentuada profundidade da manifestação artística. Poesia e pensamentos de Agostinho Neto dão transparência a esse reconhecimento que quebram qualquer protocolo.

Alma Cativa

A professora e escritora Margarete Carvalho estreia sua primeira obra literária, o romance que deve cativar o público leitor pelo que nele será percebido, absorvido, captado: “existem descolamentos temporais e a história que conta não está fixada em um só tempo, tem como referência temporal inicial a perseguição, captura e escravização de africanos, perpassando o presente e trazendo uma visão futurista”, retratou a mensagem rotulada nas páginas desse livro, a apresentadora Géssica Santos Seles.

O livro “Alma Cativa” abre o ano Literário do Selo Editorial Òmnira, que vem com mais novidades por aí, ainda no início deste ano, com “O Amor não Está”, livro de poesias da professora e poetisa Jovina Souza e o livro “Letras Pretas Cruas e Nuas – Poesias de Luta & Contos de Amor”, do jornalista e escritor Roberto Leal.

Agenda

O quê: Lançamento do livro Alma Cativa, de Margarete Carvalho e da revista Òmnira

Quando: Dia 15 de fevereiro, às 18:30 horas

Onde: Centro Cultural Casa de Angola

Endereço: Praça dos Veteranos, 5, Barroquinha, em Salvador

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108862 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]