Ministro Ricardo Vélez garante que universidades públicas não serão privatizadas

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Ricardo Vélez Rodríguez é um teólogo, filósofo, ensaísta e professor colombiano naturalizado brasileiro. É o atual Ministro da Educação do Brasil. Suas visões políticas são descritas por algumas fontes como de extrema-direita.
Ricardo Vélez Rodríguez.
Ricardo Vélez Rodríguez é um teólogo, filósofo, ensaísta e professor colombiano naturalizado brasileiro. É o atual Ministro da Educação do Brasil. Suas visões políticas são descritas por algumas fontes como de extrema-direita.
Ricardo Vélez Rodríguez, ministro da Educação do Governo Bolsonaro.

O ministro da Educação, Ricardo Vélez, garantiu nesta quarta-feira (13/02/2019), pelo Twitter, que as universidades públicas não serão privatizadas. “As Universidades Públicas são patrimônio da Nação. Não serão privatizadas. Mas serão geridas com total transparência, a fim de que os brasileiros saibam, tintim por tintim, como é utilizado o suado dinheiro que sustenta essas instituições. Menos Brasília e mais Brasil!”, escreveu no Twiter.

A privatização vinha sendo apontada como solução para a crise financeira pela qual passam essas instituições de ensino, mas o Ministério da Educação (MEC) ainda não havia se pronunciado oficialmente sobre a questão.

De acordo com o Censo da Educação Superior, o país tem hoje 2.448 instituições de ensino superior. Dessas, 296 são públicas e 63 são universidades federais, ligadas diretamente ao MEC. As públicas concentram mais de 2 milhões de matrículas, 24,7% do total dos universitários do país.

Pelo Plano Nacional de Educação (PNE), a lei que estipula metas para melhorar a qualidade da educação brasileira até 2024, o Brasil deve incluir um terço, ou seja, 33% da população de 18 a 24 anos no ensino superior até o fim da vigência da lei. Atualmente, essa porcentagem é cerca de 23%, considerando também os que já se formaram.

Já a taxa bruta de matrícula, ou seja, total de estudantes matriculados, independentemente da idade, deve ser equivalente à metade da população total de 18 a 24 anos. Essa porcentagem é cerca de 35%.

*Com informações da Agência Brasil.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113892 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]