Livro ‘O filho da madre’, que narra história de Joselito Amorim é lançado em Feira de Santana

Noite de autógrafo da terceira obra do escritor e jornalista feirense Jailton Batista, foi realizada no Casarão dos Fróes da Motta, sede da Fundação Senhor dos Passos.
Noite de autógrafo da terceira obra do escritor e jornalista feirense Jailton Batista, foi realizada no Casarão dos Fróes da Motta, sede da Fundação Senhor dos Passos.
Noite de autógrafo da terceira obra do escritor e jornalista feirense Jailton Batista, foi realizada no Casarão dos Fróes da Motta, sede da Fundação Senhor dos Passos.
Noite de autógrafo da terceira obra do escritor e jornalista feirense Jailton Batista, foi realizada no Casarão dos Fróes da Motta, sede da Fundação Senhor dos Passos.

‘O filho da madre’, uma história real com pitadas de ficção, que narra a vida do ex-prefeito de Feira de Santana, Joselito Amorim, resultado de um encontro fortuito entre sua mãe e um comerciante alemão, no final da segunda década do século passado, foi lançado em Feira de Santana nesta sexta-feira (22/02/2019).

A noite de autógrafo da terceira obra do escritor e jornalista feirense Jailton Batista, foi realizada no Casarão dos Fróes da Motta, sede da Fundação Senhor dos Passos. Diversas autoridades, intelectuais e amigos do autor o prestigiaram.

É uma história das mais interessantes. Ao nascer foi entregue a uma mulher com a ordem que desaparecesse. Sua mãe biológica foi levada para um convento, onde morreu. A criança foi adotada. Joselito também autografou os livros.

Político e professor, Joselito Amorim, lúcido e pensante com quase um século de vida, esteve presente ao evento. “Ainda me dói n’alma tocar nesse assunto”, disse, com relação à identidade do pai. Se sabe, não quis dizer.

Mas afirma que é filho de Manoel Bispo de Amorim e Esméria Boaventura de Amorim, que o adotaram quando tinha 22 dias de vida e estava em poder da mulher contratada para dar-lhe destino desconhecido.

Disse ser humilde para entender que o livro foi dedicado à sua história de vida. “Mas gostaria que a vida me desse mais tempo para agradecer o que Feira de Santana fez por mim”.

Jailton Batista disse que, por motivos óbvios, teve pressa para escrever o livro. “Queria que Joselito lesse o livro”. E os encontros com o homenageado foram vários. “Se tivesse mais tempo ele teria entregado o jogo”.

Para o autor, a história era um tabu em Feira de Santana e que foi resgatada, mas que ela é rica, dramática e muito bonita. O livro foi lançado em Salvador na quinta-feira, 21, e foi autografado em Andaraí, terra natal dele, neste sábado, 23.

O prefeito Colbert Filho, acompanhado pela primeira-dama Adenilda Martins, disse que o autor tem o dom de, por meio das letras, apresentar aos feirenses fatos históricos que nem todos conhecem. “Esta história foi muito bem contada”.

O professor Josué Mello, ex-reitor da UEFS, destacou as qualidades de bom administrador e de professor do homenageado. “Também é dono de uma linda história que foi eternizada no livro”.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110063 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]