Feira de Santana: Vereador critica festa no Palácio da Aclamação, em Salvador

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Cadmiel Mascarenhas: o governo do PT emprestou o palácio da Aclamação, em Salvador, para a diretora da Vigue Brasil, Donata Meirelles, comemorar seu aniversário.
Cadmiel Mascarenhas: o governo do PT emprestou o palácio da Aclamação, em Salvador, para a diretora da Vigue Brasil, Donata Meirelles, comemorar seu aniversário.
Cadmiel Mascarenhas: o governo do PT emprestou o palácio da Aclamação, em Salvador, para a diretora da Vigue Brasil, Donata Meirelles, comemorar seu aniversário.
Cadmiel Mascarenhas: o governo do PT emprestou o palácio da Aclamação, em Salvador, para a diretora da Vigue Brasil, Donata Meirelles, comemorar seu aniversário.

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (20/02/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Cadmiel teceu severas críticas à comemoração do aniversário da diretora da Vogue Brasil, Donata Meirelles, realizado no Palácio da Aclamação em Salvador.

“Gostaria de me ater a um problema que aconteceu em toda a Bahia: o governo do PT emprestou o palácio da Aclamação, em Salvador, para a diretora da Vigue Brasil, Donata Meirelles, comemorar seu aniversário e a mesma posou em uma foto como senhora de engenho tendo ao redor duas mulheres negras vestidas de escravas, como se fossem suas mucamas”, relatou Cadmiel.

E continuou. “E eu não vi uma entidade negra criticando. Sabe quem estava presente na festa? O governador, Caetano Veloso e artistas que enchem o bolso de dinheiro e usam os palcos para dizerem que são contra a intolerância racial, que são a favor do LGBT e mais. Com isso vejo que estas pessoas fazem discursos fadados, quebrados, mentirosos. Wagner Moura escreveu o filme “Marighella”, financiado pelo Governo da Bahia, mas quando pedimos um espaço para promoção da cultura em Feira de Santana dizem que não tem dinheiro”, observou.

Para finalizar, Cadmiel cobrou ações das entidades de classe. “Cadê as entidades para criticarem a festa no palácio? Caras de pau, mas ai fica gente fazendo de conta que está tendo cultura e não temos cultura nenhuma. Isso é o fim. Cadê a imprensa para criticar o governador? A aniversariante pagou para usar o palácio e fazer encenação da escravatura? Estamos andando a passos largos para o fim da pseudo cultura instalada pelo governador rui costa.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113514 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]