Com apoio do Governo da Bahia, Bienal da UNE começa em Salvador

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Governador Rui Costa recebe estudantes no gabinete.
Governador Rui Costa recebe estudantes no gabinete.

Dez mil estudantes de todo o país estarão reunidos em Salvador entre os dias 6 e 10 de fevereiro para participarem da 11ª Bienal da UNE – União Nacional dos Estudantes, o maior festival estudantil da América Latina. Estão previstos, ao longo da bienal, que acontece no campus de Ondina da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e terá entrada franca, dezenas de eventos culturais e educativos, além de visitas guiadas a diversas localidades da capital baiana.

Além das mostras culturais, shows e seminários, dentro da programação também acontecerão os encontros da base do movimento estudantil que trarão debates conjunturais, educacionais e de organização. A programação contará com oficinas, rodas de discussão e debates, conferências, mostras estudantis e atividades culturais.

A bienal foi o assunto tratado, inclusive, em reunião na Governadoria, em janeiro, com os organizadores da UNE e o governador Rui Costa. Ao longo dos últimos meses, o Governo do Estado traçou uma série de ações que serão desenvolvidas durante a Bienal, com destaque para a Fundação Pedro Calmon, temas ligados à economia solidária, campanha de enfrentamento à violência contra as mulheres, o envolvimento de 500 policiais militares no esquema de segurança da Bienal, além da participação de representantes das universidades estaduais nos debates acadêmicos.

A Secretaria da Agricultura, por sua vez, cederá o Parque de Exposições, na Paralela, para a instalação das caravanas de estudantes. De acordo com organização do evento são esperadas entre 65 e 70 caravanas, que virão de ônibus e serão alojadas no Parque de Exposições, onde haverá policiamento 24 horas no perímetro externo dos dois acessos ao Parque.

Abertura com Gil

A abertura da Bienal, que este ano completa 20 anos e terá como tema “Gil, um reencontro com o Brasil”, em homenagem à cultura brasileira, ocorrerá nesta quarta-feira (6), às 19h, no Teatro Castro Alves, com a participação do cantor e compositor Gilberto Gil, o principal homenageado. A entrada é gratuita. Após a abertura, ocorrerá um cortejo do Campo Grande à Avenida Carlos Gomes. O reforço operacional da Polícia Militar estará presente em toda a região e o cortejo será acompanhado por equipes da PM a pé e motorizado (com carros e motocicletas) até o encerramento.

O planejamento operacional da PM vai contemplar toda a programação da Bienal. Atuará durante o dia na área externa da UFBA, no campus de Ondina, onde acontecerão palestras e debates de 7 a 9 de fevereiro. Haverá intensificação também no entorno com a utilização de base móvel, motocicletas e policiais da Ronda Universitária. À noite, as guarnições estarão com patrulhas nas apresentações musicais que ocorrerão no Rio Vermelho, e os acessos aos shows terão bases móveis, cavalaria, viaturas e motociclistas do Esquadrão Águia.

Ainda no sábado (9), das 14h às 19h, equipes da PM acompanharão a passeata, intitulada Culturata, que vai ocorrer do Clube Espanhol ao Farol da Barra. O trajeto será acompanhado por PMs a pé, Esquadrão de Polícia Montada e com a utilização de carros e motos. Já na chegada da passeata, bases móveis e o Batalhão Especializado em Polícia Turística (Beptur) estarão no local.

Apoio cultural

Uma importante contribuição foi dada pela Fundação Pedro Calmon, que realizará, entre os dias 7 e 9, diversas atividades, como visita à biblioteca móvel; desenho e pintura; entretenimento; e exposição de livros sobre a cultura baiana. As atividades ocorrem das 9h às 12h e das 14h às 17h.

A Fundação Pedro Calmon também foi responsável pelo planejamento e execução das “Visitas Guiadas Lado C”, formada por cinco percursos que remetem à história e à cultura baiana e brasileira. As visitas ocorrerão nesta quinta-feira (7), entre 10h e 19h. Serão visitados cinco importantes museus da cidade; locais que remetem à Batalha da Independência; a Península de Itapagipe; o circuito da fé; e Itapuã, incluindo as dunas e a Lagoa do Abaeté. Os passeios serão guiados pelo professor Sergio Guerra Filho. Além disso, a Fundação também colaborou com a estruturação da feira literária que funcionará no local, com a doação de mil livros para as atividades programadas.

Feira Solidária

A Feira de Economia Solidária será instalada entre os dias 7 e 9 de fevereiro e conta com o apoio da Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), por meio da Superintendência Estadual de Economia Solidária (Sesol). A feira ocorrerá das 12 às 21h, na tenda da Praça das Artes, no campus de Ondina.

Pelo menos 80 empreendimentos econômicos solidários, estudantes, representantes do movimento social e de editoras estarão expondo e comercializando produtos variados. Foram disponibilizadas 40 barracas pela Sesol, que também oferece apoio técnico aos participantes. O tema “Economia Solidária e Desenvolvimento Territorial” será um dos assuntos debatidos nesta quinta-feira (7), das 15 às 17h, no Palco Refavela, montado ao lado da feira. O debate contará com a participação do Superintendente Estadual de Economia Solidária, Milton Barbosa; dentre outros. Uma homenagem ao professor e economista Paul Singer também será realizada durante a roda de conversa.

Respeita as Mina

A Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia – SPM participará do evento através da campanha Respeita as Mina de enfrentamento à violência contra as mulheres. Serão distribuídos adesivos sobre a campanha e exibido o vídeo Respeita as Mina. A SPM distribuirá, ainda, folhetos informativos sobre as várias formas de violência de gênero, com orientações de como e onde denunciar. Representantes da SPM também participará ainda de debates conjunturais sobre “Políticas públicas para a juventude, mulheres e combate às opressões”.

O debate sobre o tema “Universidade pública e democracia na América Latina: 100 anos da Reforma de Córdoba”, também contará com a participação do secretário especial de Relações Internacionais (Serint) da Universidade do Estado da Bahia – Uneb, Marcius Gomes. O tema será tratado na próxima sexta-feira (8), às 10h, no Auditório B do Pavilhão de Aulas V do Campus da UFBA, em Ondina.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 10094 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).