Centro Municipal de Prevenção ao Câncer de Feira de Santana estabelece meta para dobrar oferta de biópsias de pele

Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez está com agendamento aberto para a realização de procedimentos de biópsias de pele e consulta dermatológica.Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez está com agendamento aberto para a realização de procedimentos de biópsias de pele e consulta dermatológica.
Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez está com agendamento aberto para a realização de procedimentos de biópsias de pele e consulta dermatológica.

Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez está com agendamento aberto para a realização de procedimentos de biópsias de pele e consulta dermatológica.

O Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez (CMPC) está com agendamento aberto para a realização de procedimentos de biópsias de pele (partes moles) e consulta dermatológica.

A meta da unidade gerenciada pela Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS) é dobrar o número de atendimentos se comparado ao ano passado (57 consultas e 14 biópsias). O serviço foi implantado no primeiro semestre de 2018 e a procura ainda é baixa.

A comunidade deve procurar o serviço no próprio CMPC de segunda a sexta, das 8 às 17 horas, e realizar a marcação de forma rápida, sem a necessidade de retirada de fichas. Outra opção é através dos postos de saúde de bairro.

“Queremos dobrar a capacidade de atendimento porque temos como ofertar o serviço, sem contar que ampliaremos a conscientização das pessoas para prevenção de doenças de pele”, explica a gestora do CMPC, Kênia Lasse.

Já a consulta com a dermatologista ocorre quinzenalmente nas segundas-feiras; neste caso, os pacientes após passarem por triagem e realização de biópsia com a confirmação de alguma alteração no resultado do exame, a exemplo de câncer, são atendidos pelo especialista no CMPC.

A biópsia é um procedimento extremamente comum na prática médica que ainda é pouco entendido pela maioria da população. Por conta disso, uma grande parcela dos pacientes nutre certo temor a respeito do exame, imaginando que ele seja dolorido, traga riscos à saúde ou que sua solicitação esteja sempre associada à suspeita de alguma doença grave.

Câncer de pele

O câncer da pele responde por 33% de todos os diagnósticos desta doença no Brasil, sendo que o Instituto Nacional do Câncer (INCA) registra, a cada ano, cerca de 180 mil novos casos.

O tipo mais comum, o câncer da pele não melanoma, tem letalidade baixa, porém, seus números são muito altos. A doença é provocada pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele

Referência

O CMPC possui papel de destaque na área da saúde pública do município com a oferta gratuita de exames, totalizando média de 3 mil atendimentos/mês.

Entre os procedimentos mais requisitados, figuram ultrassonografias (abdômen total, obstétrica, da próstata, mama, tireóide, aparelho urinário, transvaginal), exame citopatológico cervico-vaginal, coleta de material, colposcopia e biópsias.

Ainda, consultas com anatopatologista, dermatologista, ginecologista, mastologista, oncologista e urologista compõe o quadro de serviços da unidade municipal de exames preventivos.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]