Bloco Fique de Olho inicia ações de conscientização com desfile no Bairro da Paz, em Salvador

Jovens do projeto Neojiba levaram mensagem de conscientização contra o trabalho infantil e a exploração sexual de crianças e adolescentes.
Jovens do projeto Neojiba levaram mensagem de conscientização contra o trabalho infantil e a exploração sexual de crianças e adolescentes.
Jovens do projeto Neojiba levaram mensagem de conscientização contra o trabalho infantil e a exploração sexual de crianças e adolescentes.
Jovens do projeto Neojiba levaram mensagem de conscientização contra o trabalho infantil e a exploração sexual de crianças e adolescentes.

Nesta terça-feira (19/02/2019), os jovens do Neojiba levaram aos moradores do Bairro da Paz, em Salvador, uma mensagem de conscientização contra o trabalho infantil e a exploração sexual de crianças e adolescentes, arrastando centenas de pessoas com cartazes, palhaços e marchinha de carnaval. O bloco Fique de Olho é promovido pela Secretaria da Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e vai percorrer outras regiões de Salvador até o início do Carnaval.

As denúncias de exploração sexual ou trabalho infantil devem ser feitas através do ‘Disque 100’. “A mobilização começa hoje, vai até o dia 26. No dia 28 nós vamos fazer uma coletiva de imprensa e iniciar nosso plantão de atendimento à criança e ao adolescente durante o Carnaval. Nós vamos visitar 6 bairros de Salvador, por isso estamos fazendo este trabalho de mobilização nas comunidades, chamando a atenção sobre a proibição do trabalho infantil e da exploração sexual. A exploração sexual é a pior forma de trabalho infantil”, afirmou a coordenadora de proteção da criança e do adolescente, da SJDHDS, Iara Farias.

A estudante Elizabeth Leal, 18 anos, destaca a importância da infância na vida das pessoas. “Quando as crianças são obrigadas a trabalhar ou são abusadas, elas perdem uma fase da vida, elas pulam a fase da infância e da adolescência. Criança precisa brincar e estudar para crescer saudável”.

Moradores e visitantes

A folia chamou a atenção de moradores e visitantes do Bairro da Paz. A dona de casa Cristiana da Conceição Santos acredita que a conscientização pode evitar problemas na comunidade. “Os abusos acontecem muitas vezes dentro de casa. Aqui no Bairro da Paz isso acontece. Pode acontecer em todo lugar. Por isso este trabalho é tão importante”.

Representante comercial, Sergio Melo estava visitando um supermercado na região e aprovou a iniciativa. “As crianças precisam desse cuidado. O mundo está ficando muito perigoso. Criança precisa ir para a escola, estudar, brincar para crescer com saúde”.

Programação do Bloco Fique de Olho

– ITAPUÃ

Quando: Quarta-feira, 20 de fevereiro, a partir das 15h

Onde: Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Itapuã até a sede do Malê Debalê, no Abaeté

– LIBERDADE

Quando: Quinta-feira, 21 de fevereiro, a partir das 14h30

Onde: Plano Inclinado até o Colégio Estadual Duque de Caxias

– NORDESTE DE AMARALINA

Quando: Sexta-feira, 22 de fevereiro, das 9h às 10h30

Onde: Diplomata até o fim de linha

– PELOURINHO

Quando: Terça-feira, 26 de fevereiro, a partir das 14h

Onde: Elevador Lacerda até o Largo Quincas Berro d’Água

Sobre Carlos Augusto 9459 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).