Atos pelo Brasil exigem respeito às vidas negras

Beneida da Silva participa de ato em defesa das vidas negras.
Beneida da Silva participa de ato em defesa das vidas negras.
Beneida da Silva participa de ato em defesa das vidas negras.
Beneida da Silva participa de ato em defesa das vidas negras.

Manifestações ocorrem após brutal assassinato de um jovem negro por segurança de supermercado no Rio de Janeiro.

Manifestações foram organizadas em diferentes cidades do Brasil neste domingo (17/02/2019), em resposta ao brutal assassinado do jovem Pedro Henrique Gonzaga, de 19 anos, no Rio de Janeiro. Ele morreu na quinta-feira (14/02/2019), após ser asfixiado pelo segurança Davi Ricardo Moreira em um supermercado.

Os atos com o nome de “Vidas Negras Importam” foram organizados por movimentos populares da causa negra e são uma resposta ao racismo institucionalizado no Brasil e às inúmeras mortes que tendem à aumentar caso o pacote de leis de Sérgio Moro seja aprovado.

No ato do Rio de Janeiro, a deputada federal do PT, Benedita da Silva, participou da mobilização. “Estão exterminando a população negra. Esse rapaz foi brutalmente assassinado e registraram isso, foi um crime doloso que praticaram”, afirmou ela também ocorreram manifestações em São Paulo, Recife, Belo Horizonte e Fortaleza.

“Os movimentos sociais, os partidos políticos, as instituições que estão defendendo a democracia, e a nossa imprensa livre que registra esses momentos cruéis, temos que estar unidos pra tornar esse crime um crime doloso. Não podemos aceitar que uma pessoa que comete um crime dessa natureza aos olhos de muita gente e sai três horas depois com uma fiança de 10 mil reais. Esse processo estará no legislativo, no executivo, e vamos para o judiciário”, afirmou em referência ao fato de que o segurança foi liberado com uma fiança de R$ 10 mil e que o delegado classificou o homicídio como crime doloso (sem intenção de matar).

“Desconfia-se logo de qualquer gesto que uma população negra tem. Principalmente a gente, com nosso cabelo, nossas roupas, nossos modos, somos cidadãos suspeitos. O que é isso? Não podemos conviver com uma coisa dessa natureza. Nós sabemos que racismo é crime”, finalizou a deputada.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109821 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]