Rachel Reis provou seu DNA musical em apresentação no Projeto Dança e Música na Praça, no Mercado de Arte Popular de Feira de Santana

Rachel Reis animou público do Mercado de Arte Popular.
Rachel Reis animou público do Mercado de Arte Popular.
Rachel Reis animou público do Mercado de Arte Popular.
Rachel Reis animou público do Mercado de Arte Popular.

DNA é o composto orgânico que transmite as características hereditárias dos seres vivos. A cantora feirense Rachel Reis mostrou que carrega o genótipo no sangue. Com um repertório com todos os ritmos e uma voz suave agradou quem foi ao Mercado de Arte Popular de Feira de Santana (MAP) na tarde deste sábado (19/01/2019). Foi a atração do Projeto Dança e Música na Praça, desenvolvido pela Fundação Cultural Egberto Costa.

O projeto está sendo realizado pela segunda vez – foi iniciado no CEU da Cidade Nova, no ano passado, mas em 2019 está acontecendo no MAP, que vem recebendo um bom público. Na próxima semana a atração musical será o cantor Djalma Ferreira, mais uma apresentação na área do balé clássico. Neste sábado, a bailarina clássica Antoniela Peres mostrou toda sua técnica e graça ao público.

A cantora é filha de Maura Reis – que marcou época em Feira de Santana e hoje está dedicada à música religiosa protestante, e irmã da também cantora Sara Reis, um dos talentos locais. Rachel Reis cantou de tudo e bem: foi da MPB (Música Popular Brasileira) ao reggae, passando pelo samba. As mais de duas horas da sua apresentação passaram rápidas.

Aliás, Maura Reis disse que não conteve a curiosidade e apareceu no MAP, onde deu uma palhinha. Cantou, claro, uma música gospel. Já a estrela da tarde cantou Gal Costa, Peninha, Edson Gomes – sozinha acompanhada por um violão, ou pela banda formada pelo tecladista Rodriguinho Ferrer, baixista Júnior Sacramento, violonista André Barreto e o contrabaixista Alan Rabelo.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115173 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.