Secretário estadual da Saúde Fabio Vilas Boas deve “informar-se melhor para evitar opiniões infundadas”, diz Colbert Martins Filho prefeito de Feira de Santana

Prefeito Colbert Martins Filho critica severamente Fabio Vilas Boas, secretário estadual da Saúde, por declarações infundadas sobre posicionamento do Governo Municipal junto ao consórcio de saúde Portal do Sertão.

Prefeito Colbert Martins Filho critica severamente Fabio Vilas Boas, secretário estadual da Saúde, por declarações infundadas sobre posicionamento do Governo Municipal junto ao consórcio de saúde Portal do Sertão.

“O secretário de Saúde do Estado não dirige o consórcio e não pode falar pelo órgão”, diz o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho. Ele reagiu a nota, na imprensa, em que a Sesab informa “estranhar” declarações atribuídas a ele segundo as quais “suspendeu o município do consórcio de saúde Portal do Sertão, que administra a policlínica Regional de Saúde”, instalada ao lado do Hospital Geral Clériston Andrade.

A Secretaria de Saúde do Estado diz que as faturas referentes aos serviços vêm sendo “geradas normalmente para pagamento” e que “eventuais atrasos dos repasses de Feira constituem dívida em aberto que deverá ser quitada para não ocasionar interrupção dos atendimentos à população”.

Colbert afirma que, na verdade, decidiu não efetuar pagamentos ao Estado em razão de o Município não estar recebendo a quantidade mensal de exames que deveriam ser oferecidos à população pela Policlínica Regional proporcional ao valor repassado.

Em 23 de outubro de 2018, ao justificar a medida, o prefeito informou que o Município já havia efetuado pagamento da ordem de R$ 1 milhão, enquanto a Policlínica havia prestado serviços à população feirense com um gasto de aproximadamente R$ 600 mil. “O dinheiro que investimos não corresponde ao serviço oferecido”, disse Colbert. Na ocasião, ele decidiu “gerenciar o pagamento de acordo com a quantidade de atendimentos efetivamente prestados no mês”.

Para o prefeito de Feira, Vilas Boas está interferindo indevidamente na questão. “O presidente do Consórcio Regional de Saúde é o prefeito Edmário Paim e não o secretário. Deveria estar cuidando do caos na saúde da Bahia, como o grave problema das regulações, que o Estado não consegue administrar”. “De qualquer forma”, observa Colbert, “seria interessante que o secretário se informasse melhor sobre o que está acontecendo, para, quem sabe, poder contribuir, e não, em vez disso, dar opiniões infundadas”.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]