Prefeito ACM Neto diz que “governador Rui Costa mente sobre alvarás e comete estelionato eleitoral”; Controvérsia envolve unidades de saúde de Salvador e aumento da alíquota da previdência dos servidores estaduais

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
ACM Neto: Rui Costa está no governo há 12 anos, somando os tempos de secretário e governador, e ainda tenta pôr a culpa pelos seus erros no passado.
ACM Neto: Rui Costa está no governo há 12 anos, somando os tempos de secretário e governador, e ainda tenta pôr a culpa pelos seus erros no passado.
ACM Neto: Rui Costa está no governo há 12 anos, somando os tempos de secretário e governador, e ainda tenta pôr a culpa pelos seus erros no passado.
ACM Neto: Rui Costa está no governo há 12 anos, somando os tempos de secretário e governador, e ainda tenta pôr a culpa pelos seus erros no passado.

O prefeito ACM Neto acusou o governador Rui Costa de mentir ao afirmar que o Executivo municipal atrasa obras do Estado na cidade ao não liberar alvarás de licença e construção, inclusive para a implantação de uma policlínica em Escada, no Subúrbio. “O governador está mentindo. O alvará já foi concedido. E não havia sido concedido antes porque o responsável pela obra não havia quitado a taxa junto à Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), como todo mundo tem que fazer. Ou ele (Rui Costa) vive em outro planeta ou está perdido a ponto de dizer uma sandice dessas”, declarou o prefeito, durante inauguração da Unidade de Saúde da Família (USF) de São Marcos, agora pela manhã.

O Alvará de Licença de Construção para a implantação da policlínica foi liberado no dia 23 de novembro. Desde o dia 11 de outubro, quando o documento já havia sido liberado, a Sedur aguardava o pagamento da taxa por parte da Conder (documentos em anexo). A Sedur destacou que o processo de licenciamento dessa policlínica teve uma tramitação mais cautelosa, tendo em vista que o local onde o equipamento será construído está inserido na área ambiental do Parque Urbano de Escada.

O governador também acusou a Prefeitura de atrasar a ligação viária entre Lobato e Campinas de Pirajá. Só que o embargo ocorreu por prática de crime ambiental, no dia 14 de novembro. Os resíduos de construção civil estavam sendo descartados de forma irregular em um aterro clandestino, localizado no bairro de Sete de Abril, na Avenida Aliomar Baleeiro. A Sedur esclarece que não cassou a licença do aterro de inertes, como afirmou o governador, pois o local não possui a licença para realizar esse tipo de serviço.

A Conder, o Consórcio Transoceânico, o proprietário do terreno e a empresa Solumaq Soluções em Locações de Máquinas e Empreendimentos foram autuados por descarte irregular de entulho e supressão de vegetação. A Conder apresentou defesa e o documento está sendo analisado pela Sedur.

Estelionato

Para ACM Neto, o governador faz acusações à Prefeitura para tentar tirar de foco as medidas que está tomando logo após as eleições, a exemplo do aumento da alíquota de contribuição para os aposentados e pensionistas do Estado. “Rui Costa está no governo há 12 anos, somando os tempos de secretário e governador, e ainda tenta pôr a culpa pelos seus erros no passado”, disse o prefeito.

“Ele (Rui Costa) está naturalmente envergonhado porque em pouquíssimo tempo a máscara caiu. Ele e seu grupo encobriram o rombo que praticaram nos cofres do Estado, fato que a oposição denunciou várias vezes, e agora penalizam o servidor e a população. Logo ele que pediu para que os eleitores não votassem nos deputados que se colocaram a favor da reforma da Previdência. Ele não tem autoridade para fazer isso com os inativos”.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 10093 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).