Festival Boca de Brasa 2018 ocorre no espaço CEU de Valéria, em Salvador

Festival Boca de Brasa 2018.
Festival Boca de Brasa 2018.
Festival Boca de Brasa 2018.
Festival Boca de Brasa 2018.

Enquanto a fanfarra se anunciava subindo a ladeira da 2ª travessa 22 de março, o cortejo percussivo da Associação Pracatum, na esquina da Rua da Paz, em Vista Alegre, rufava os tambores em boas-vindas. Logo à frente, um casal de pernas de pau abria alas convocando o público a seguir em caminhada para primeira edição do Festival Boca de Brasa, que aconteceu neste último sábado, no Espaço Boca de Brasa Subúrbio 360.

Juntos, fanfarra, cortejo e pernas de pau subiram ao palco, se juntando ao canto e a ginga do grupo de capoeira de Valéria, e logo abriram os caminhos para os mestres de cerimônia: o cantor e compositor Dão e a atriz e cantora Denise Correia; uma dupla que intercalou sua participação com números poéticos e musicais, sob a direção geral de Zeca de Abreu e a direção musical de Luciano Salvador Bahia.

Nesse molejo entraram em cena ‘As Mães de Vista Alegre’, acompanhadas dos seus filhos e filhas, para falar de racismo, desigualdade social, discriminação e preconceito, rimando protesto e com a força da comunidade.

Nessa perspectiva, Fernando Guerreiro – atual presidente da Fundação Gregório de Mattos – deu a letra: “Saímos do Centro e ocupamos as artérias do Subúrbio. Essa é a gestão do prefeito ACM Neto, a quem eu quero agradecer muito, por ter me dado carta branca para tocar esse projeto”, reconheceu Guerreiro.

A Orquestra de Xequerê, conduzida pelo percussionista Sidney Argolo, encheu o palco de exuberância e ancestralidade. Já o hit “Pesadão” de Iza deu o tom da apresentação das jovens participantes da Oficina de Dança.

Os versos de ‘O Canto das 3 Raças’, popular na voz de Clara Nunes, emocionou o público, intercalando versos como “Ninguém ouviu um soluçar de dor/ no canto do Brasil” com os anseios dos jovens do Boca de Brasa Programa Avançar (Bairro da Paz). O vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis, entrou em sintonia com essas questões trazidas em diversas temáticas das apresentações.

“A arte, o esporte, a cultura… A Prefeitura trabalha isso como ferramentas de inclusão social”. Para que jovens, por exemplo, não entrem no mundo das drogas. E esse festival é a prova viva disso. Confesso que fiquei muito emocionado. Relembrei minha época de juventude. E saio daqui ainda mais apaixonado por esta cidade”, comentou o vice-prefeito.

O rap e o samba do Boca de Brasa JACA (Juventude Ativista de Cajazeiras) reforçou o elenco, fazendo jus às temáticas sociais, que permearam todo o evento.

Teve Exibição do videoclipe da música “Um Download para Babá”, interpretada ao vivo por Dão, resultado de um trabalho desenvolvido a partir da oficina de Gestão de Mídias Sociais, do Boca de Brasa Pracatum.

E muitos encontros se deram: a dança clássica do Ballet Esperança com a arte transformista da drag queen Sasha Heels; da dança com teatro; um grande coral de todos os artistas e participantes das oficinas no palco; e a ainda a presença de Bruno Barral (Secretário de Educação de Salvador), de Chicco Assis (Gerente de Espaços Culturais da FGM) e Selma (gestora do Espaço Cultural Boca de Brasa Subúrbio 360).

Por fim, Margareth Menezes fez o público levantar e dançar ao som de clássicos da música baiana, como ‘Alegria da Cidade’, ‘Faraó Divindade do Egito’, ‘Elegibô’, ‘Nossa Gente (Avisa lá) ’ e ‘Eu sou Negão’.

A artista ainda relembrou a época em que Fernando Guerreiro a dirigiu no início da carreira, elogiou sua gestão e ressaltou a importância dos Espaços Boca de Brasa como oportunidade para artistas da comunidade.

E na próxima quinta, dia 20/12, às 14 horas, tem bis de toda essa programação no Espaço Boca de Brasa CEU de Valeria, no Caminho 13, Conjunto Lagoa da Paixão, em Nova Brasília de Valéria. E Margareth Menezes novamente fazendo participação especial.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112560 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]