Festa de Santa Bárbara mantém tradição secular no Centro Histórico de Salvador

Festa de Santa Bárbara no Centro Histórico de Salvador.
Festa de Santa Bárbara no Centro Histórico de Salvador.
Festa de Santa Bárbara no Centro Histórico de Salvador.
Festa de Santa Bárbara no Centro Histórico de Salvador.

A Bahia celebra na próxima terça-feira (04/12/2018), a Padroeira dos Bombeiros e dos Mercados, aquela que protege os seus fiéis em meio às grandes tempestades: Santa Bárbara. A festa, que é Patrimônio Imaterial da Bahia por simbolizar a cultura e costumes do povo que manteve viva essa tradição secular, é comemorada no Centro Histórico de Salvador, em momento de grande devoção. Todos os anos, mais de 10 mil fiéis se reúnem no Largo do Pelourinho, criando um cenário onde o vermelho e branco imperam.

Com realização da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, em parceria com o Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac) e a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), a edição de 2018 vem manter o legado e força da Festa de Santa Bárbara. Além da celebração religiosa, também estão confirmadas as atrações de samba no segundo momento da programação, já características da ocasião. A data abre o calendário de festas populares no estado.

Programação

O tradicional Caruru do Mercado de Santa Bárbara, promovido por comerciantes com o apoio da SecultBA, neste ano volta a anteceder os festejos e será distribuído no domingo (02). A programação terá início às 17 horas, com Missa em Ação de Graças que será celebrada pela Igreja de Santa Bárbara da Liberdade.

No dia 04, com início previsto às 8 horas, a Missa Campal é o principal momento da Festa de Santa Bárbara, reunindo milhares de fiéis que trazem pedidos, agradecimentos e presentes como flores, imagens e acarajés, ressaltando que a celebração católica traz em si a marca do dendê. O sincretismo religioso é uma das principais características da devoção à Santa, por isso, muitos homenageiam a Iansã. Em comum, os seus seguidores trazem o espírito aguerrido para lutar contra as adversidades, buscando inspiração na fé. Na data solene, a cerimônia conduzida pela irmandade envolve a todos com cânticos e orações muito bem conhecidas pelos devotos. A participação dos clarins nas janelas do Centro de Culturas Populares e Identitárias é uma saudação a Santa Bárbara e aos fiéis presentes.

Ao final da missa, o cortejo segue em procissão. Na ladeira do Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros da Bahia, que também realiza uma celebração religiosa nas suas dependências às 8:30 horas, o andor é entregue aos bombeiros, que, após recebê-lo pelos membros da irmandade promovem o encontro dela com a imagem do Quartel, para posteriormente continuar a procissão. Após a saída do cortejo é iniciada a distribuição do tradicional caruru (1000 kits) para a população presente no evento, bem como é realizada uma comemoração no Quartel da Barroquinha com estimativa de 300 convidados.

A Festa de Santa Bárbara é fortemente ligada à história do povo negro, que também tem como forma de homenageá-la a música, a alegria e a dança. Assim, a música afro-brasileira, especialmente o samba, se enraizou na celebração, sucedendo a realização da missa e do cortejo no Centro Histórico.

No Largo do Pelourinho, o cantor, carnavalesco e devoto Jorginho Commancheiro retorna à Festa de Santa Bárbara, abrindo a programação artística às 14:30 horas. Em seguida, o grupo Samba Chula de São Brás vem representando o talento e espontaneidade do recôncavo baiano, subindo ao palco às 16 horas. Abrindo a noite, a banda Conexão Negra promete contagiar o público com a sua paixão pelo samba, fazendo todo mundo dançar a partir das 18:30 horas. Encerrando a programação do palco principal, a cantora Claudya Costta traz um show especial, no qual estarão inclusos rodas de samba. O início do show será às 21 horas.

Acontecem eventos também nos largos do Pelourinho, como o Samba na Fé de Santa Bárbara, que movimenta o Largo Tereza Batista, das 14 às 21 horas, com as bandas 100% Samba e Chinelo de Couro. No Largo Quincas Berro D’água o Samba de Oyá reúne os grupos de samba dos blocos Fogueirão e Jaké, das 15 às 21 horas. Já o Largo Pedro Archanjo recebe as apresentações das bandas Samba Trator, Samba Simpatia e Pagode do Vinny, com início às 16 e término à meia-noite. Os shows são gratuitos.

Patrimônio

O culto a Santa Bárbara foi iniciado há quase 380 anos, e a festa é celebrada há mais de 200 anos. Por agregar valores culturais singulares, dar destaque às celebrações da fé católica e das religiões de matriz africana, a festa é registrada como Patrimônio Imaterial da Bahia em 2008, através do Decreto nº 11.353/08. Em dezembro de 2015, quando a celebração contava com mais de cinco anos de sua patrimonialização, técnicos do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC) iniciaram o estudo de reavaliação para a revalidação do Registro Especial da festa, conforme exigido por lei. A investigação, concluída em 2017, mostrou que a Festa de Santa Bárbara no Pelourinho permanece com as características que mantêm viva a tradição e devoção à Santa. São manifestações de fé, paz, alegria, união, tolerância. Elementos significativos que fazem deste um grande evento popular.

Confira a programação:

Mercado de Santa Bárbara

Caruru do Mercado de Santa Bárbara

Quando: 2 de dezembro, às 17 horas

Largo do Pelourinho

Missa Campal

Quando: 4 de dezembro, às 8 horas

Jorginho Commancheiro

Quando: 4 de dezembro, às 14:30 horas

Samba Chula de São Brás

Quando: 4 de dezembro, às 16 horas

Conexão Negra

Quando: 4 de dezembro, às 18:30 horas

Claudya Costta

Quando: 4 de dezembro, 21 horas

Quartel do Corpo de Bombeiros

Missa do Corpo de Bombeiros

Quando: 4 de dezembro, às 8:30 horas

Tradicional Caruru

Quando: 4 de dezembro, às 12 horas

Largo Tereza Batista

Samba na Fé de Santa Bárbara

Atrações: 100% Samba e Chinelo de Couro

Quando: 4 de dezembro, das 14 às 18 horas

Largo Quincas Berro D’água

Samba de Oyá – Vou com Fé

Atrações: Samba Fogueirão e Samba Jaké

Quando: 4 de dezembro, das 15 às 21 horas

Largo Pedro Archanjo

Samba Trator, Samba Simpatia e Pagode do Vinny

Quando: 4 de dezembro, das 16 horas até a meia-noite

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116841 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.