Feira de Santana: Proprietário de veículo que sofreu algum sinistro pode escolher oficina de sua preferência para serviço de reparo

Proprietário de veículo que sofreu algum sinistro e solicita o reparo, pode escolher a oficina de sua preferência, não se restringindo apenas as indicadas por sua seguradora.
Proprietário de veículo que sofreu algum sinistro e solicita o reparo, pode escolher a oficina de sua preferência, não se restringindo apenas as indicadas por sua seguradora.
Proprietário de veículo que sofreu algum sinistro e solicita o reparo, pode escolher a oficina de sua preferência, não se restringindo apenas as indicadas por sua seguradora.
Proprietário de veículo que sofreu algum sinistro e solicita o reparo, pode escolher a oficina de sua preferência, não se restringindo apenas as indicadas por sua seguradora.

O proprietário de veículo que sofreu algum sinistro (evento em que o bem segurado sofre um acidente ou prejuízo material) e solicita o reparo, pode escolher a oficina de sua preferência, não se restringindo apenas as indicadas por sua seguradora. Conforme a superintendente do PROCON de Feira de Santana (Superintendência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor), Suzana Mendes, muitas pessoas não têm conhecimento sobre esse direito.

“A lei não proíbe o cliente de escolher. Se não existe proibição expressa, então o cliente pode fazer sua opção. Porém, há uma diferença entre escolher uma oficina referenciada e uma de escolha pessoal”, observa Suzana.

O assunto é tratado na Circular 256/04 da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP). Quando o cliente opta por uma oficina referenciada, a aprovação do serviço é mais rápida e a seguradora tem a responsabilidade com a qualidade do serviço.

No caso de escolha da oficina pelo cliente, a aprovação pode ser mais demorada, pois o orçamento vai passar por pesquisa de mercado e o cliente fica responsável pela qualidade do serviço, isentando a seguradora de qualquer erro.

Cliente deve procurar o Procon em caso de dificuldades junto a seguradora

A superintendente explica que, em caso de negação por parte da seguradora, o cliente poderá procurar o PROCON para receber orientações. “Aqui nós faremos os encaminhamentos necessários para que a lei seja cumprida”.

Ainda segundo Suzana Mendes, existem muitos poucos casos de reclamações de seguradoras no PROCON. Em relação a esse caso específico, nenhuma ocorrência foi registrada esse ano.

Os casos que envolvem seguradoras, geralmente são por conta de cobrança inapropriada devido ao cancelamento do seguro.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110028 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]