Feira de Santana: Filarmônica 25 de Março emociona público durante apresentação no Natal Encantado 2018

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Filarmônica 25 de Março, uma das atrações do palco do Natal Encantado, na Avenida Getúlio Vargas, em Feira de Santana.
Filarmônica 25 de Março, uma das atrações do palco do Natal Encantado, na Avenida Getúlio Vargas, em Feira de Santana.
Filarmônica 25 de Março, uma das atrações do palco do Natal Encantado, na Avenida Getúlio Vargas, em Feira de Santana.
Filarmônica 25 de Março, uma das atrações do palco do Natal Encantado, na Avenida Getúlio Vargas, em Feira de Santana.

E no final da apresentação, emocionado, o público aplaudiu de pé. Não é um conto, uma história, mas bem que poderia ser por ter final feliz. Quem foi aplaudido de pé foram os músicos que representam uma senhora de 150 anos de história: a Filarmônica 25 de Março, uma das atrações do palco do Natal Encantado, na Avenida Getúlio Vargas, em Feira de Santana, nesta terça-feira (11/12/2018).

A Filarmônica, que mistura entre seus músicos oitentões, como o trompetista Zé Carneiro, e a clarinetista Tamilly Maria, de apenas12 anos, emocionou o público. Afinal, a plateia gostou do que viu no palco. Muito mais do que uma banda tocar. Assistiram a um resgate cultural cuja dimensão de tão grande para os feirenses não pode ser mensurada.

O grupo, que há poucos anos renasceu nas cinzas e que foi assistido pelo prefeito Colbert Filho, tocou dobrados, peças natalinas, Tim Maia – “Azul da cor do mar” e o clássico regional “Asa Branca”, de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira. Voltou à ativa em 2014 como Escola de Música Estevão Moura, sob a batuta da Fundação Senhor dos Passos.

Trompetista está na filarmônica há mais de 50 anos

Zé Carneiro disse que está na filarmônica há mais de meio século. “Tocando o trompete rejuvenesço porque amo a 25 de Março. Outros coroas, com mais ou próximo de 50 anos de atividades, são João Barbosa, Joao Farias e Alfredo Evangelista. A frente do grupo está o maestro Antônio Neves.

O Oh! Interjeição que traduzida diz que pena, emitido pelo público ao ser informado que o espetáculo estava acabando, mostrou que a 25 de Março tinha agradado. E muito. O reconhecimento dos presentes à dedicação e entrega dos músicos foi o aplauso de pé.

Estiveram presentes na apresentação o prefeito Colbert Martins Filho, acompanhado de sua esposa Adenilda Martins e o secretário de Planejamento, Carlos Brito.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121764 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.