Dia do Samba animou o Mercado de Arte Popular homenageando neste sábado a Nossa Senhora da Conceição em Feira de Santana

O samba da Conceição animou o Mercado de Arte neste sábado.
O samba da Conceição animou o Mercado de Arte neste sábado.
O samba da Conceição animou o Mercado de Arte neste sábado.
O samba da Conceição animou o Mercado de Arte neste sábado.

Comemorando o Dia Internacional do Samba, celebrado em 02 de dezembro de 2018, foi realizado no último sábado, (08/12/2018), um show especial no Mercado de Arte Popular pela banda Camutiê. Além do samba, a programação também homenageou Nossa Senhora da Conceição, padroeira de Portugal, cuja data é comemorada em 8 de dezembro. O “Samba da Conceição” também contou com a participação especial da banda Pagonejo.

A programação foi uma iniciativa da Fundação Cultural Egberto Costa. A vocalista da Comutiê, Julia Pinho, diz que eventos como esse, em comemoração ao Dia do Samba, tem um grande significado para a cultura regional. “Além de valorizar o samba nordestino, valoriza também o samba de Feira, o samba feito por feirense, que é algo de extrema importância. A cultura e representatividade da própria cidade é muito importante”.

Na oportunidade ela também explicou o significado de Camutiê. “É um termo de origem africana, que significa coração. Então quando a gente canta música do coração, da camutiê, contagia. As pessoas sambam, cantam, pedem música e isso é maravilhoso”, afirma Julia.

A banda Pagonejo é uma junção do pagode com o sertanejo. Após o show da Comutiê, o público pôde curtir um pouco dessa mistura que deu certo. “A gente resolveu fazer essa mistura gostosa e a galera aceitou. Pra nós é uma felicidade muito grande tá mostrando o nosso trabalho aqui no Mercado pela segunda vez, que é considerado o berço do samba”, disse Léo Nascimento, vocalista da banda.

Sobre o Samba

O samba surgiu da mistura de estilos musicais de origem africana e brasileira. O samba é tocado com instrumentos de percussão (tambor, surdo, timbau, pandeiro, entre outros) e acompanhado por violão e cavaquinho. Geralmente, as letras de sambas contam a vida e o cotidiano de quem mora nas cidades, com destaque para as populações pobres. O termo samba é de origem africana e tem seu significado ligado às danças típicas tribais do continente.

As raízes do samba foram fincadas em solo brasileiro na época do Brasil Colonial, com a chegada da mão de obra escrava em nosso país. Tempos depois, o samba toma as ruas e espalha-se pelos carnavais do Brasil.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 107970 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]