Conferência da ONU aprofunda debate sobre mudança climática; COP24 ocorre na Polônia

Abertura da 24ª conferência das partes da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, Unfccc, COP24.

Abertura da 24ª conferência das partes da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, Unfccc, COP24.

A  24ª conferência das partes da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, Unfccc, COP24, começou este domingo (02/12/2018) em Katowice, Polônia, com um foco especial na neutralidade de carbono e igualdade de gênero.

Dias após a ONU soar o alarme sobre os níveis sem precedentes de concentrações de gases de efeito estufa na atmosfera, o mundo reúne-se para definir como o Acordo de Paris de 2015 será implementado e promovido pelas 197 partes signatárias.

Nos termos deste Acordo, todos os países se comprometeram a reduzir as emissões de gases de efeito estufa, para limitar o aumento médio da temperatura global abaixo de 2 ° C e o mais próximo possível de 1,5 ° C.

Ciclismo

Dando início ao evento de duas semanas em Katowice, uma cidade mineira no sul da Polónia, uma equipe de ciclistas de bicicletas elétricas chegou de Viena, depois de pedalar 600 km para demonstrar o valor da energia renovável na redução de emissões. A expedição foi apoiada pelo UN Global Compact, um grupo de empresas do setor privado comprometidas com o desenvolvimento sustentável.

A equipe de ciclismo chamada “Moving for Climate NOW”, composta por cerca de 40 pessoas de diferentes instituições e países, foi recebida pelo vice-secretário executivo da ONU, Ovais Sarmad, e Jakub Gibek, chefe da Unidade de Políticas Climáticas do Ministério da Agricultura e Ambiente da Polónia.

Conferência verde

Os organizadores da conferência tomaram uma série de medidas para limitar a pegada ecológica da COP24 e atingir a neutralidade de carbono. Os transportes públicos na cidade são gratuitos durante toda a conferência, para todos os participantes.Além disso, foram usados  materiais reutilizáveis para montar as salas de conferência e foram instalados móveis de papelão reciclado nos principais espaços de reunião.

A conferência também terá uma política rígida de gestão de resíduos, caixas de reciclagem disponíveis em todas as salas de reunião, as embalagens dos equipamentos eletrónicos serão reutilizadas após o término da conferência, os produtos de plástico de uso único são limitados em todo o espaço e os documentos oficiais estarão disponíveis apenas em versões digitais.

Para limitar as emissões de gases do efeito estufa devido ao transporte, a participação virtual é incentivada e apoiada por meio de transmissões através da internet dos principais eventos.

As emissões inevitáveis de gases de efeito estufa do evento serão rastreadas através de um cálculo rigoroso pelos organizadores com base nos padrões internacionais.

Prevê-se que a COP24 gere aproximadamente 55 mil toneladas de CO2. Para compensar, o governo da Polónia comprometeu-se a plantar mais de 6 milhões de árvores, capazes de absorver o equivalente às emissões da conferência nos próximos 20 anos.

Género

Adotado na COP anterior, o Plano de Ação de Género da Unfccc, GAP, promove a integração do género na política e ação do clima a todos os níveis. A meio caminho da implementação do GAP, as partes, os observadores e o Secretariado mostrarão as medidas que tomaram até hoje.

Em relação à representação de género na própria conferência, o Secretariado da Unfccc vem monitorando desde 2013 a questão de género nos órgãos técnicos e de tomada de decisão estabelecidos pela Convenção.

Pela primeira vez este ano, mais da metade desses órgãos tem representação feminina de 38% ou mais. Além disso, há um número recorde de delegadas do sexo feminino eleitas para o cargo de presidente ou copresidente desses órgãos, nove de um total de 28 posições possíveis.

Números

Esta 24º COP contará com a presença de mais de 28 mil pessoas. Este número inclui cerca de 13 mil pessoas que representam as partes para negociar o programa de trabalho do Acordo de Paris, cerca de 450 funcionários da ONU, mais de 7 mil observadores de organizações não-governamentais e 1.500 representantes da mídia. Além de mais de 6 mil funcionários, a conferência conta ainda com a ajuda de 500 voluntários.

O espaço para conferências oferecido pelo governo da Polónia cobre uma área de quase 100 metros quadrados. Quase 2 mil pessoas trabalharam na construção e organização do espaço da conferência.

Esta segunda-feira, terá lugar a cerimónia de inauguração com a presença de cerca de 40 chefes de Estado e chefes de Governo, bem como do secretário-geral da ONU, António Guterres.

*Com informações da ONU News.

Publicidade

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]