Sessão solene na Câmara Municipal de Feira de Santana registra Dia da Capoeira e homenageia produtora cultural do movimento negro

A produtora cultural Maria de Lourdes é homenageada pela Câmara Municipal com a Comenda Maria Quitéria.
A produtora cultural Maria de Lourdes é homenageada pela Câmara Municipal com a Comenda Maria Quitéria.
A produtora cultural Maria de Lourdes é homenageada pela Câmara Municipal com a Comenda Maria Quitéria.
A produtora cultural Maria de Lourdes é homenageada pela Câmara Municipal com a Comenda Maria Quitéria.

Geralmente crítica e polêmica, a produtora cultural Maria de Lourdes Souza Santana surpreendeu na sessão solene na noite desta quinta-feira (22/11/2018), com um discurso tranquilo e pontuado pela emoção. Ela foi homenageada pela Câmara Municipal de Feira de Santana com a Comenda Maria Quitéria, outorgada por iniciativa do vereador José Carneiro Rocha. A sessão foi também comemorativa do Dia Municipal da Capoeira.

“A Comenda me deixa muito honrada e feliz. Ainda tenho o que fazer. Quero receber outras comendas, medalhas. Acho que mereço, sim. Ser reconhecido em seu município é bom demais”.  As frases cheias de significado demonstraram a alegria da criadora do Núcleo Cultural e Educativo Odungê e da Companhia de Dança Afro Odungê, que pediu aos presentes para passarem adiante a sua felicidade.

Lourdes Santana disse que todo o seu trabalho movimento negro teve o incentivo de pessoas especiais, citando o irmão e cantor Gilsan, Anunciação, Nilton Rasta, Cristina, Jorge de Angélica, Dionorina, Marialvo Barreto, Reginaldo Pereira e Madalena de Jesus, além de Conceição Lôbo, Elis Regina e Anchieta Nery e Aparecida Machado, esses já falecidos. “Não sou santa. Sou polêmica e faço críticas”, disse, ao cobrar dos poderes públicos mais ações afirmativas.

Ela falou sobre a recente lei que cria a Frente Parlamentar da Promoção da Igualdade Racial, de autoria do vereador Cadmiel Pereira, e lembrou ex-vereadores que também contribuíram para o movimento negro com legislações para o segmento, dentre eles Marialvo Barreto (autor de três leis) e José Pedroso (Dia Municipal da Capoeira). Vale lembrar que a homenageada também é criadora do concurso Beleza Negra de Feira de Santana e preside o Conselho Municipal das Comunidades Negras.

Ao saudar a homenageada e convidados, o vereador José Carneiro falou sobre a trajetória da mesma no movimento negro, destacando a sua origem – filha de Maria São Pedro (Bia) e Joaquim Santana – de feirense e moradora do Bairro Campo Limpo. “Maria de Lourdes faz parte de uma família de artistas reconhecidos, como o cantor Gilsan”, citou o presidente, lembrando que a produtora tem um filho e três netas.

“A mulher negra quer e conquista seu espaço, pois tem forma, inteligência e capacidade para comper paradigmas machistas e racistas”, afirmou José Carneiro, justificando a homenagem a Lourdes Santana pela vida dedicada à prestação de serviços à sociedade feirense. Ele ainda fez referência ao mês da consciência negra.

As pessoas presentes à sessão tiveram acesso ainda a uma verdadeira aula sobre capoeira, com a palestra de Luciano dos Reis Silva. “A capoeira nasce da exclusão”, resumiu, para em seguida descrever: É uma luta desenvolvida pelos negros africanos, quando cativos no Brasil, no combate a qualquer tipo de opressão, vibrando pelo livre expressar da vida.

A essência revolucionária e emancipatória da luta que se disfarçou de dança foi destacada por Luciano, bem como a sua importância para a preservação da memória ancestral africana. “Através dos seus rituais, cantos e melodias contam a história do processo civilizatório do Brasil, à luz do olhar do povo excluído, do povo preto, do povo da periferia”, afirmou. Hoje, disse, a capoeira faz parte da educação não formal, emancipação e inclusão social.

O presidente do Legislativo compôs a Mesa de Honra ao lado de Paulo Aquino, ex-vereador da Casa e atualmente secretário municipal de Governo, representando o prefeito Colbert Martins da Silva Filho; o palestrante e a homenageada da noite. No plenário, personalidades como Moema Pinto Franco, representando Ildes Ferreira, secretário municipal de Desenvolvimento Social Ildes; e o professor e ex-vereador Marialvo Barreto.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111112 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]