Sessão na ALBA celebrou os 50 anos da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe

Evento na ALBA foi proposto pelo deputado Marcelino Galo. Ele relembrou o importante papel da instituição nas últimas décadas.
Evento na ALBA foi proposto pelo deputado Marcelino Galo. Ele relembrou o importante papel da instituição nas últimas décadas.
Evento proposto por Marcelino Galo relembrou o importante papel da instituição nas últimas décadas.
Evento na ALBA foi proposto pelo deputado Marcelino Galo. Ele relembrou o importante papel da instituição nas últimas décadas.

A Assembleia Legislativa realizou, na manhã desta sexta-feira (23/11/2018), na Sala Deputado Herculano Menezes, uma sessão especial de comemoração pelos 50 anos da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe (FEEB), fundada em 16 de novembro de 1968. Proposto pelo deputado Marcelino Galo (PT), o evento contou com a presença do presidente da federação, Hermelino Neto, da deputada federal Alice Portugal (PC do B), do ex-deputado e ex-dirigente da instituição homenageada Álvaro Gomes, de diversas lideranças sindicais dos bancários e de representante da Secretaria de Trabalho Emprego e Renda (Setre) e do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Marcelino Galo abriu a solenidade lembrando, entre outras coisas, a fundação da Feeb ainda na década de 1960, durante a ditadura militar, e destacou a importância do trabalho realizado pela instituição ao longo desses anos e no novo cenário da política brasileira. “Num tempo de quase hegemonia do capital financeiro, vamos celebrar aqui o trabalho”, declarou o parlamentar.

Hermelino Neto também citou o momento político atual como preocupante e ressaltou o papel da FEEB, que atualmente congrega 12 sindicatos da Bahia e um de Sergipe. Lembrou que a fundação da entidade se deu com o objetivo de facilitar o trabalho dos sindicatos dos dois estados, que até então eram filiados à Federação do Norte, com sede em Fortaleza. A assembleia de fundação foi realizada em 16 de novembro de 1968, no Auditório do Sindicato dos Conferentes e Condutores de Cargas e Descargas do Porto de Ilhéus, Bahia.

“A atuação da Federação vai na defesa da nossa categoria. A entidade está na linha de frente da defesa da democracia e do direito de todo o povo brasileiro. Diante de tantas ameaças de perseguição ao movimento sindical, cabe a nós da federação contribuirmos para que o sindicalismo volte a ter o protagonismo de outros períodos”, disse o presidente da FEEB, que elogiou o trabalho de todos os outros que estiveram à frente da federação, muitos deles presentes na sessão solene.

O ex-deputado Álvaro Gomes falou da alegria de participar do evento, principalmente num momento que ele definiu como de ataque neoliberal. “Nós vivemos um momento de ofensiva da extrema direita, de ideias neofascistas, momento em que os teóricos chamam de pós-verdade, em que o que vale é a mentira. Nesse momento, vamos esquecer os problemas internos de partidos e lutar unidos contra o neofascismo. Não é hora de desunião por razões menores”, afirmou.

Alice Portugal fez um discurso contundente contra o atual momento de governança federal, que, de acordo com ela, tem causado enormes prejuízos ao Brasil. “No momento em que a sociedade sofre com a reforma trabalhista, vocês promovem de forma altiva essa sessão (de 50 anos da FEEB). Vocês precisarão se renovar em energia e argumentos para que a gente possa enfrentar essa maré montante que assola o País. A reforma trabalhista trouxe para nós o dilaceramento da CLT, o enfraquecimento dos sindicatos, o destroçamento da justiça protetiva ao trabalhador e, lamentavelmente, o desalento a milhares de brasileiros. Passamos já dos 14 milhões de desempregados no desastre do governo Temer, e nesse momento ultraliberal, em que estamos vendo as múmias sendo desenterradas do tempo da ditadura, para assumirem o Banco do Brasil, o Banco Central, para privatizarem a Petrobras, os bancos estatais e, enfim, dilacerarem o estado soberano brasileiro”, concluiu Alice.

Ao final do evento, o presidente da FEEB, Hermelino Neto, entregou placas comemorativas a diversos dirigentes sindicais da categoria dos bancários.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109819 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]