Secretarias da Educação e Saúde da Bahia lançam campanha 2018/2019 de prevenção e combate ao Aedes aegypti

Aplicativo Aedes Play, desenvolvido por estudantes do Colégio Estadual Vitor Soares, mapeia focos do mosquito.Aplicativo Aedes Play, desenvolvido por estudantes do Colégio Estadual Vitor Soares, mapeia focos do mosquito.
Aplicativo Aedes Play, desenvolvido por estudantes do Colégio Estadual Vitor Soares, mapeia focos do mosquito.

Aplicativo Aedes Play, desenvolvido por estudantes do Colégio Estadual Vitor Soares, mapeia focos do mosquito.

As Secretarias da Educação e Saúde do Estado lançam, nesta quarta-feira (28/11/2018), a campanha 2018/2019 ‘Inimigo nº 1 – Agora é todo mundo contra o mosquito’, de prevenção e combate ao Aedes aegypti. A campanha será realizada, às 7:30 horas, no Colégio Estadual Pinto de Aguiar, localizado no Bairro de Mussurunga 1, e, nesta sexta-feira (30), às 9 horas, no Colégio Estadual Nossa Senhora de Fátima, em Valéria, ambos em Salvador. O objetivo é intensificar as ações no âmbito do Programa Saúde na Escola.

Além de uma caminhada com distribuição de material educativo, será feita a apresentação do aplicativo Aedes Play, desenvolvido por estudantes do Colégio Estadual Vitor Soares, localizado na Ribeira, para mapear focos do mosquito. A proposta do app, que já está disponível para acesso no endereço: aedesplay.com, é contribuir para que os órgãos competentes possam identificar locais com focos do mosquito. “A ideia é que por meio do app o usuário possa tirar uma foto do local que possui o foco do Aedes que é registrado por meio da geolocalização. Aí, através do sistema, é possível ter acesso a todas as imagens e locais onde foram detectados os focos. Queremos ainda incluir um game que será feito para incentivar ainda mais o combate ao inseto”, afirmou o professor e orientador do projeto, Marcos Pessoa.

A escolha desses dois bairros para dar início à campanha se deve ao fato de, nas últimas avaliações, terem sido as regiões que apresentaram alto índice de infestação predial com a existência de focos. As ações nos colégios da rede estadual consistem na mobilização das comunidades locais contra o Aedes aegypti, incluindo caminhadas e entrega de materiais educativos para os moradores, com o objetivo de conscientizá-los para o enfrentamento do vetor que transmite doenças, como Dengue, Chikungunya e Zika.

O coordenador de Educação Ambiental e Saúde da Secretaria da Educação, Fábio Barbosa, fala sobre a importância da campanha que, ao longo do ano letivo, é executada nos colégios da rede. “O mosquito Aedes aegypti foi responsável, em 2016, por um surto de várias patologias, acarretando várias consequências, inclusive do ponto de vista pedagógico relacionado à permanência dos nossos estudantes na escola para o seu percurso formativo. A Secretaria da Educação elaborou, na época, a Portaria 2728, que traz orientações para as escolas e os Núcleos Territoriais de Educação (NTE) no combate e controle do mosquito. Desde então as nossas escolas têm realizado ações educativas, durante todo o ano, com o objetivo de conscientizar a comunidade sobre a temática”.

A campanha para o enfrentamento do Aedes aegypti está sendo organizada pela Sala Nacional de Coordenação e Controle de Dengue, Zika e Chikungunya (SNCC) do Ministério da Saúde e pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) em parceria com outros órgãos estaduais. Entre as orientações estão a vistoria e limpeza dos prédios e instalações públicas e o uso da ferramenta elaborada para o registro das tarefas rotineiras adotadas para o enfrentamento ao mosquito, disponível no site: https://aedes.sigelu.com/ e nas plataformas para smartphones.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]