Feira de Santana: Vereador elogia projeto ‘Empregue Mais Um’ e critica Governo do Estado

Luiz Augusto (Lulinha): este projeto tem como objetivo incentivar os empresários a contratarem mais um funcionário em suas empresas.
Luiz Augusto (Lulinha): este projeto tem como objetivo incentivar os empresários a contratarem mais um funcionário em suas empresas.
Luiz Augusto (Lulinha): este projeto tem como objetivo incentivar os empresários a contratarem mais um funcionário em suas empresas.
Luiz Augusto (Lulinha): este projeto tem como objetivo incentivar os empresários a contratarem mais um funcionário em suas empresas.

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta segunda-feira (26/11/2018), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o edil Luiz Augusto de Jesus (Lulinha, DEM) elogiou o Projeto ‘Empregue Mais Um’, teceu críticas ao Governo do Estado e parabenizou ações do presidente eleito Jair Bolsonaro.

“Gostaria de parabenizar o Projeto Empregue Mais Um, de iniciativa da Federação de Indústrias da Bahia, com o apoio de grandes empresários e da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico. Este projeto tem como objetivo incentivar os empresários a contratarem mais um funcionário em suas empresas. Isto irá ajudar na geração de emprego e renda na nossa cidade”, parabenizou Lulinha.

E passou a criticar as ações do Governo do Estado em Feira de Santana. “O Jornal Folha do Norte publicou uma matéria intitulada ‘Rui Costa pede saúde sem partido’. Me faça uma garapa. Quero registar que a presidente da APLB, professora Marlede, fica usando emissoras de rádio para criticar vereadores e o prefeito. Me lembro que esta Casa foi a primeira a se manifestar sobre o fechamento de escolas estaduais em Feira de Santana. Houveram manifestações de alunos, professores e mães de alunos. Fora as 16 escolas, já tinham outras que não iriam mais matricular alunos no ensino fundamental I, e assim em 2021 ensino fundamente de escolas estaduais teria acabado e a responsabilidade seria do Município”, pontuou.

E continuou. “Porém, com a mobilização de todos, inclusive do Ministério Público, parece que o governador se sensibilizou com essa manifestação e está recuando da ideia de que o Município deve arcar sozinho com o ensino Fundamental”, afirmou.

Em aparte, o vereador Cadmiel Pereira (PSC) disse duvidar da sensibilidade do governador. “Não sei se ele se sensibilizou. Agora será aberta a caixa de pandora. Vai aumentar o desconto da Previdência dos servidores. Isso é um reflexo do que o PT fez. O mais médico é também uma prova disso. Vale lembrar que a decisão do retorno dos médicos para Cuba foi do governo cubano e não de Bolsonaro”, avaliou.

Médicos

Ainda no uso da tribuna, o vereador Luiz Augusto abordou o retorno de médicos cubanos para seu país de origem. “Deixar de empregar médicos brasileiros para empregar médicos estrangeiros não tem sentido. Será que no passado, esses médicos brasileiros tiveram a oportunidade de se inscrever nesse programa ou foi um acordo entre Dilma e o governo Cubano? Primeiro deve dar oportunidade aos médicos brasileiros, se sobrar vagas emprega os de fora. Bolsonaro está certo”, opinou.

Para finalizar, Lulinha lembrou que as vagas dos cubanos já foram praticamente preenchidas por médicos brasileiros. “Parabéns Bolsonaro. Quero dizer que este vereador também o apoiou, participei de carreatas que aconteceram na cidade e mobilizei meu grupo político. Trabalhei para tirar o PT do poder”, findou.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108177 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]