Proprietários rurais denunciam a Viabahia por falta de manutenção da faixa de domínio em trecho da rodovia BR 324, sentido Feira de Santana – Salvador

Imagem revela falta de manutenção da faixa de domínio da BR 324, em trecho do município de Santo Amaro. Proprietários rurais denunciam a Viabahia por negligência na manutenção do acero.
Imagem revela falta de manutenção da faixa de domínio da BR 324, em trecho do município de Santo Amaro. Proprietários rurais denunciam a Viabahia por negligência na manutenção do acero.
Imagens revelam falta de manutenção da faixa de domínio da BR 324, em trechos dos municípios de Amélia Rodrigues e Santo Amaro. Proprietários rurais denunciam a Viabahia por negligência na manutenção do acero.
Imagens revelam falta de manutenção da faixa de domínio da BR 324, em trechos dos municípios de Amélia Rodrigues e Santo Amaro. Proprietários rurais denunciam a Viabahia por negligência na manutenção do acero.
Imagem revela falta de manutenção da faixa de domínio da BR 324, em trecho do município de Santo Amaro. Proprietários rurais denunciam a Viabahia por negligência na manutenção do acero.
Imagem revela falta de manutenção da faixa de domínio da BR 324, em trecho do município de Santo Amaro. Proprietários rurais denunciam a Viabahia por negligência na manutenção do acero.

A falta de manutenção da faixa de domínio da BR 324, Rodovia Engenheiro Vasco Filho, trecho Feira de Santana – Salvador, foi mais uma vez denunciada por proprietários rurais de Amélia Rodrigues e Santo Amaro. Eles responsabilizam a concessionária Viabahia por possíveis danos causados às propriedades, em decorrência de incêndios iniciados às margens da rodovia.

Para comprovar a denúncia, os proprietários rurais encaminharam imagens de trechos da rodovia BR 324, em que é identificada a falha da Viabahia na manutenção do acero da faixa de domínio.

Problema recorrente

O fato da concessionária Viabahia negligenciar as atribuições com as quais está comprometida, através de contrato com o Governo Federal, foi objeto de outras matérias do Jornal Grande Bahia (JGB), conforme relacionadas a seguir:

Em 15 de outubro de 2018, foi publicada reportagem com título ‘Feira de Santana: Juiz Cláudio Pantoja Sobrinho condena Viabahia por acidente na BR 324, decorrente da falta de sinalização de incêndio às margens da rodovia’;

Em 1º de março de 2018, foi publicada reportagem com título ‘Deputado Angelo Coronel critica concessionária ViaBahia por negligência na manutenção da BR-324; presidente da ALBA diz que incêndios na rodovia causam acidentes e prejuízos’; e

Em 28 de fevereiro de 2018, foi publicada reportagem com título ‘Incêndio iniciado às margens da Rodovia BR-324 provoca destruição de propriedades rurais em Terra Nova; ViaBahia é denunciada por falta de manutenção das faixas de domínio’.

Em todas as reportagens o ponto convergente é a falha da Viabahia em cumprir o contrato, ao não realizar o acero da faixa de domínio, no entorno da Rodovia Engenheiro Vasco Filho, nos trechos Feira de Santana – Salvador e Salvador – Feira de Santana, conforme perímetro delimitado pela legislação federal.

As reportagens relatam, também, graves prejuízos financeiros ocasionados em propriedades rurais e acidentes de veículos que, por vezes, pode ocasionar a morte dos motoristas. Nos casos relatados isso ocorre em função de incêndios iniciados às margens da pista e são decorrentes da falta de realização do acero na faixa de domínio da BR 324, nos trechos citados anteriormente.

Sobre Carlos Augusto 9706 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).