Não houve assassinato no Centro de Abastecimento de Feira de Santana, esclarece diretor

Vista aérea do Centro de Abastecimento de Feira de Santana. Parte da atual estrutura do Centro de Abastecimento será utilizada para implantar o Centro Comercial Popular.
Vista aérea do Centro de Abastecimento de Feira de Santana. Parte da atual estrutura do Centro de Abastecimento será utilizada para implantar o Centro Comercial Popular.

O homicídio registrado na manhã desta quarta-feira (24/10/2018), em Feira de Santana, não ocorreu no Centro de Abastecimento, diferentemente do registrado por alguns veículos de comunicação. Identificado apenas pelo apelido ‘Biscoito’, o homem foi morto a tiros, por volta das 9:30 horas, na Rua Manoel Mathias, no Bairro Barroquinha, em Feira de Santana.

A direção do Centro de Abastecimento informa que as atividades transcorreram normalmente no entreposto comercial, durante todo o dia. Delorme Martins, o diretor, lamenta que não se tenha apurado corretamente onde aconteceu o crime. “É o tipo de informação que só causa transtornos, assustando clientes e comerciantes sem que exista um motivo real”, diz ele.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9611 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).