Eleições 2018: Presidente Michel Temer vota e diz que transição começa na segunda-feira

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Presidente da República Michel Temer, vota no 2º turno das eleições 2018.
Presidente da República Michel Temer, vota no 2º turno das eleições 2018.
Presidente da República Michel Temer, vota no 2º turno das eleições 2018.
Presidente da República Michel Temer, vota no 2º turno das eleições 2018.

O presidente Michel Temer (MDB) votou cedo neste domingo (28/10/2018). Logo depois das 8h, ele já estava em Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, na seção de votação.

Temer disse que a transição para o novo governo já começa nesta segunda-feira (29). “Vamos começar a transição logo, prontamente amanhã, e faremos uma transição muito tranquila, muito sossegada. Já estão praticamente organizados, em relação a todos os setores do governo, os tópicos da transição. De modo que a equipe do eleito, quando fizer contato, já receberá praticamente todos os dados do atual governo, daquilo que foi feito e daquilo que ainda precisa ser feito”, explicou, após votar.

O presidente Michel Temer vota no 2º turno – Cesar Itiberê/PR
Para o presidente, a expectativa é de que seja um domingo tranquilo de votação “Votação tranquila hoje. Seguramente nós vamos ter, vou dizer o óbvio, mais um exercício democrático. Muitos dizem, a partir de amanhã, paz e harmonia absoluta. Eu digo a partir de hoje, com eleições tranquilas, seja quem for o eleito”, destacou.

Michel Temer disse que acredita que o povo brasileiro é “muito ligado à solidariedade, à amizade, à fraternidade, vai se irmanar a partir do dia de hoje e vamos em frente”.

Sobre um possível apoio do MDB a um eventual governo de Jair Bolsonaro (PSL), o presidente afirmou que não há nenhuma decisão nesse sentido, mas que o partido resolverá o que pode fazer.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 10043 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).