Eleições 2018: Esther Solano analisa contradições e conflitos da sociedade brasileira; confira entrevista em vídeo com a Cientista Social

Esther Solano: massa silenciosa adere ao discurso do ódio por falta de perspectiva, devido a um mal-estar profundo.
Esther Solano: massa silenciosa adere ao discurso do ódio por falta de perspectiva, devido a um mal-estar profundo.
Esther Solano: massa silenciosa adere ao discurso do ódio por falta de perspectiva, devido a um mal-estar profundo.
Esther Solano: massa silenciosa adere ao discurso do ódio por falta de perspectiva, devido a um mal-estar profundo.

Doutora em Ciências Sociais pela Universidade Complutense de Madri e professora de Relações Internacionais da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Esther Solano analisa contradições e conflitos da sociedade brasileira e de que forma eles se manifestam no processo eleitoral de 2018. A análise apresentada por Esther Solano é resultado da entrevista concedida na terça-feira (25/09/2018) ao programa Voz Ativa.

Confira vídeo

Sobre Carlos Augusto 9512 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).