Eleições 2018: Deputado federal Antonio Lázaro defende unificação da oposição em torno do nome de José Ronaldo e criticou postura de Jutahy Magalhães Junior durante disputa ao Senado

Deputado federal Antônio Lázaro participou da entrevista coletiva concedida por José Ronaldo e defendeu unificação da oposição em torno do ex-candidato a governador.
Deputado federal Antônio Lázaro participou da entrevista coletiva concedida por José Ronaldo e defendeu unificação da oposição em torno do ex-candidato a governador.

Terceiro colocado na disputa ao Senado Federal durante pleito eleitoral de 2018, o deputado federal Antonio Lázaro (PSC/BA) participou na segunda-feira (08/10/2018), em Feira de Santana, da entrevista coletiva concedida por José Ronaldo (DEM/BA), candidato derrotado ao governo da Bahia. Na oportunidade, Lázaro declarou que, a partir de janeiro de 2019, apoia a unificação da oposição em torno do nome de José Ronaldo, com a finalidade de promover o enfrentamento ao governo Rui Costa.

Questionado se isso não poderia gerar conflito com ACM Neto (DEM/BA), Antonio Lázaro disse que o fato do prefeito ACM Neto ter desistido de enfrentar o petismo no estado fragilizou a oposição e que coube a José Ronaldo o papel de enfrentamento político.

Sobre aspectos internos da disputa eleitoral de 2018, o deputado federal lamentou a postura do colega Jutahy Magalhães Junior (PSDB/BA), que se recusou a gravar material de campanha e realizar atos em conjunto. Na avaliação de Lázaro, isso prejudicou o grupo oposicionista. Ele acrescentou que ACM Neto é amigo de Jutahy Magalhães, enquanto dele, Antonio Lázaro, é apenas colega político.

Sobre o segundo turno das eleições de 2018 para presidente da República, o deputado federal reafirmou compromisso em apoiar a campanha eleitoral de Jair Bolsonaro (PSL).

Sobre as eleições municipais de 2020 em Feira de Santana, o deputado federal declarou que vive na cidade há 10 anos e acalenta o desejo de participar da disputa como candidato à prefeito, mas que no pleito eleitoral municipal, em Feira de Santana, vai seguir a liderança de José Ronaldo.

Votações

José Ronaldo (DEM/BA) ficou em segundo lugar na disputa pelo governo da Bahia em 2018. Ele obteve 1.502.266 votos, ou seja, o equivalente a 22,26% dos votos válidos.

Antonio Lázaro (PSC/BA) não foi eleito senado e ficou em terceiro lugar na disputa eleitoral de 2018, obtendo 1.830.581 votos, ou seja, cerca de 15.37%, dos votos válidos.

Jutahy Magalhães Junior (PSDB/BA) não foi eleito senador e ficou em quarto lugar na disputa eleitoral de 2018, obtendo 948.541 votos, ou seja, cerca de 7,96%, dos votos válidos.

Sobre Carlos Augusto 9459 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).