Colbert Martins Filho manda recado para administração municipal: “não existe ninguém insubstituível”; Prefeito de Feira de Santana cobra empenho da equipe e dos servidores

Prefeito Colbert Martins Filho cobrou empenho da equipe de governo e dos servidores, e citou o IFBA de Feira de Santana como exemplo de relação entre servidores público e sociedade civil.
Prefeito Colbert Martins Filho cobrou empenho da equipe de governo e dos servidores, e citou o IFBA de Feira de Santana como exemplo de relação entre servidores público e sociedade civil.
Prefeito Colbert Martins Filho cobrou empenho da equipe de governo e dos servidores, e citou o IFBA de Feira de Santana como exemplo de relação entre servidores público e sociedade civil.
Prefeito Colbert Martins Filho cobrou empenho da equipe de governo e dos servidores, e citou o IFBA de Feira de Santana como exemplo de relação entre servidores público e sociedade civil.

Durante evento de apresentação do aplicativo ‘Sempre Junto’, destinado a acompanhamento da vida escolar dos estudantes da rede municipal de ensino de Feira de Santana, ocorrido nesta quarta-feira (25/10/2018) no Paço Municipal Maria Quitéria, o prefeito Colbert Martins Filho (MDB) cobrou empenho da equipe de governo e dos servidores na prestação de serviços à comunidade, alertando que “não existe ninguém insubstituível”.

O prefeito Colbert Martins Filho citou o exemplo do Instituto Federal da Bahia (IFBA) de Feira de Santana, local onde cada professor se reúne regularmente com pais e mães de alunos com a finalidade de discutir o desempenho escolar do estudante. Na avaliação do prefeito, este é um tipo de exemplo a ser replicado na rede municipal e cobrou da secretária municipal da Educação, Jayana Ribeiro, um plano de ação neste sentido.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9368 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).