Tribunal de Justiça da Bahia presta homenagem póstuma ao professor Eurico Américo Faria da Matta; didata atuou como diretor do Instituto Sitológico da Bahia

Moção de Pesar, obituário, falecimento.
Moção de Pesar, obituário, falecimento.

Em sessão plenária do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), ocorrida nesta quarta-feira (26/09/2018), o desembargador Baltazar Miranda Saraiva, propôs “Moção de Pesar pelo passamento do ilustríssimo senhor Eurico Américo Faria da Matta, externando os votos de mais profundo pesar e solidariedade à família do pranteado”. A homenagem póstuma foi aprovada à unanimidade dos membros da corte de justiça.

Íntegra da Moção de Pesar apresentada pelo desembargador Baltazar Miranda Saraiva

— Submeto a esta Egrégia Corte de Justiça, com a tristeza que a ocasião impõe, a presente Moção de Pesar pelo falecimento do professor e educador Eurico Américo Faria da Matta, ocorrida no dia 19 de setembro do corrente ano (2018), nesta capital.

— Inicio utilizando as magníficas palavras do escritor norte-americano Ernest Hemingway quando, ao utilizar uma expressão tirada de um poema de John Donne, poeta inglês do século 17, afirmou:

— ‘A morte de qualquer homem me diminui, porque sou parte do gênero humano. E por isso não perguntes por quem os sinos dobram; eles dobram por ti’. Com essa citação, o autor marcou o começo de uma de suas obras mais importantes do nosso século: ‘Por quem os sinos dobram’.

— Realmente, onde existir uma igreja, a morte se faz sentir na canção fúnebre dos sinos, que, dessa vez, anunciou a partida de Eurico Américo Faria da Matta, que nos deixou no dia 19 de setembro do corrente ano (2018), aos 96 anos de vida, em nossa capital.

— O ilustre morto foi casado com Nahilde Carvalho Cruz da Matta, com quem teve três filhos: Abelardo Paulo da Matta Neto, ínclito magistrado e extraordinário jurista, Eurico José Cruz da Matta, funcionário público, e Cristiane Maria Cruz da Matta, empresária.

— Depois que Deus traçou seu projeto de mundo, ele nos escolheu para cumprir seu propósito eterno, para sermos santos e irrepreensíveis em sua presença. E foi justamente cumprindo esse desiderato que Eurico Américo Faria da Matta viveu, sempre fazendo o bem.

— Professor de gerações, ensinou fitopatologia por trinta anos. Foi diretor do Instituto Sitológico da Bahia e ensinou a matéria na faculdade de Juazeiro, em nosso estado.

— Sua boa fama foi sempre destacada em vida, como bom pai e profissional que engrandeceu a Bahia em todos os sentidos, firmando-se como uma das pessoas mais importantes de nossa cidade.

— Assim, neste momento de tristeza e dor, oferecemos nossas condolências aos familiares e amigos deste grande homem, expressando nosso profundo pesar pelo seu falecimento, deixando nossos sentimentos de pesar e pedindo a Deus que os que aqui ficaram, sejam acariciados pela fé Divina.

— Aprovada esta MOÇÃO, dê-se ciência aos familiares do ilustre morto na pessoa do seu querido e amado filho, desembargador Abelardo Paulo da Matta Neto.

Salvador, quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Baltazar Miranda Saraiva, desembargado do Tribunal de Justiça da Bahia

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112636 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]