Secretaria Estadual da Educação articula com o MEC ampliação da Educação Profissional na Bahia

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Governo Rui Costa quer estimular formação técnica dos jovens.
Governo Rui Costa quer estimular formação técnica dos jovens.
Governo Rui Costa quer estimular a formação técnica dos jovens.
Governo Rui Costa quer estimular formação técnica dos jovens.

A Bahia já detém a maior rede estadual de Educação Profissional do Nordeste e 4ª do Brasil, com cerca de 160 mil vagas ofertadas em 2018 em diversas modalidades de cursos. Para ampliar ainda mais a oferta de cursos técnicos de nível médio e de qualificação, o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, esteve reunido na noite desta terça-feira (05/09/2018) com o secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação, Romero Portella, em Brasília.

Após a reunião, o secretário Pinheiro fez um balanço das tratativas que estiveram em debate. “Aprovamos nossa diretriz de ofertar Educação Profissional, Artes, Ciências, Cultura e Esporte em todas as Escolas de Ensino Médio. Hoje já estamos em 340 municípios com ofertas diversificada. Garantimos recursos na ordem de 23 milhões de reais para o Pronatec e aprovamos também as tratativas para implantação do curso de Tecnólogo de Nível Superior, que passará a ser ofertado na rede estadual, como uma opção nova para os estudantes baianos”, destacou.

O diretor de Educação e Tecnologia da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Rafael Lucchesi, e o superintendente da Educação Profissional e Tecnológica da Bahia, Durval Libânio, também participaram do encontro.

A Educação Profissional e Tecnológica é uma prioridade do novo perfil de oferta da Secretaria. No período de 2015 a 2018, a matrícula cresceu 38,01% e os cursos estão relacionados ao perfil econômico e cultural de cada localidade. A partir do novo perfil de oferta, a Secretaria diminuiu o tempo dos cursos regulares de quatro para três anos e implantou novas modalidades como o regime da pedagogia da alternância, que atende a estudantes que vivem em zonas rurais e filhos de agricultores familiares.

Na Educação Profissional, a SEC também está implantando Fábricas-Escolas, que são dotadas de espaços e equipamentos para práticas específicas, de acordo com o perfil de cada território. Já foram inauguradas as Fábricas-Escolas do Chocolate em Gandu e Ilhéus, a do Couro, em Ipirá, e da Construção Civil, lançada na última quinta-feira (31), no Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão Severino Vieira, em Salvador.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112929 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]