SecultBA promove debates e apresentações culturais na Flipelô

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Apresentações culturais são realizadas na Flipelô.
Apresentações culturais são realizadas na Flipelô.
Apresentações culturais são realizadas na Flipelô.
Apresentações culturais são realizadas na Flipelô.

De 8 a 12 de agosto de 2018 as ruas do Centro Histórico de Salvador recebem a 2ª Festa Literária Internacional do Pelourinho (Flipelô). Com uma programação bastante variada, e para todas as idades, a Festa tem como tema a frase de Jorge Amado “a amizade é o sal da vida”, em homenagem ao escritor itaparicano João Ubaldo Ribeiro.

Dentro da programação o público poderá conferir mesas de debates, bate-papos, encontros com autores, lançamentos de livros, programação infantil, exposições e apresentações teatrais. As atividades do evento são gratuitas e contemplam todos os públicos.

Além de dar apoio financeiro ao evento, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) está inserida na programação por meio das suas unidades vinculadas: a Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e a Fundação Pedro Calmon (FPC); além do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), que integra a estrutura da SecultBA.

Funceb

Nesta quinta-feira (9), no Museu Eugênio Teixeira Leal, foi apresentado o primeiro diagnóstico da literatura na Bahia, a partir do Mapa da Palavra-BA, plataforma online lançada pela Funceb que permite o acesso a produções literárias de artistas da palavra, escritores, poetas, perfomers, cronistas, recitadores, quadrinistas, ensaístas e cordelistas de todo o estado da Bahia. Para ampliar esta análise, foram convidados professores do Contemporâneos – Grupo de Estudo e Pesquisa em Literatura Brasileira Contemporânea da UNEB.

Neste mesmo dia (9), a Funceb também convidará o público para falar de residências artísticas, no auditório da Faculdade de Medicina, a exemplo da que realiza em parceria com o Instituto Sacatar, em Itaparica, onde nasceu João Ubaldo. O debate será com o tema ‘Itaparica, o Sacatar e o impacto criativo das residências artísticas na vida de artistas da palavra’ e a Residência Artística para Escritores no Instituto Sacatar está com inscrições online gratuitas e abertas e até 26 de agosto (veja site da Funceb)

Para além da Literaura, a Funceb também pautará a Dança na Festa Literária – nos dias 10 e 11 de agosto. Vai ter Mostra Artística de espetáculos e debate sobre o Núcleo de Estudos em Dança Afro-Brasileira – o Agô, que integra o corpo da Escola de Dança da Funceb. Tudo aberto ao público.

Fundação Pedro Calmon

A Biblioteca Anísio Teixeira (BAT) vai abrigar, na sexta-feira (10), a oficina de Escrita Criativa ministrada pelo escritor e professor Anderson Shon. Das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas, a oficina é voltada para grupos de jovens estudantes com objetivo de estimulá-los por meio de práticas que lhes possam proporcionar uma aproximação com diversos gêneros literários, personagens e autores.

Também na sexta-feira, às 14 horas, vai ter muito bate papo no Museu Eugênio Teixeira Leal. Com o tema Literatura como Ato de Liberdade, os palestrantes Evanilson Alves, Emanuela de Carvalho e Claudia Trindade vão conversar sobre trabalhos realizados em espaços de privação de liberdade.

Para encerrar as atividades do dia, às 20 horas, a Flipelô recebe o escritor angolano Gociante Patissa e Sérgio Tulio Caldas para participarem da Mesa Com os Pés na África, no Teatro do SESC. O evento terá como mediador, o diretor geral da FPC, Zulu Araújo.

No sábado (11) o destaque fica para a roda de conversa Por que preservar arquivos de escritores?. Com a finalidade de chamar atenção para a necessidade de preservar a memória literária no estado da Bahia, as palestrantes Alzira Tude de Sá, Ivana Bittencourt Severino e Ângela Fraga de Sá conversarão com o público às 11 horas no Café Zélia Gattai.

No último dia do evento a Bibex estará com uma programação bastante lúdica para o público infantojuvenil, com jogos planejados para construção do conhecimento, raciocínio lógico e alfabetização da criança, além de contações de história.

CCPI

A Casa 12, sede do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) abrigará, durante os dias de festa, a livraria oficial da Flipelô, a LDM, que utilizará a espaço para o lançamento e vendas de livros de autores da programação do evento.

O CCPI também promove a participação da Orquestra Afrosinfônica no encerramento da Flipelô. O Maestro Ubiratan Marques preparou para o Concerto arranjo sinfônico para músicas relacionadas ao universo da obra de Jorge Amado, uma homenagem surpresa que será apresentada ao lado do repertório do álbum Branco. A apresentação será domingo, às 17 horas, em frente à Casa de Jorge Amado, no Largo do Pelourinho.

Confira a programação:

Sexta-feira (10/08)

Das 8 às 12 horas e 14 às 18 horas – Oficinas de Escrita Criativa

Oficinas de Escrita Criativa voltadas para grupos de jovens estudantes com objetivo de estimulá-los na atuação como autores e apreciadores de literatura, por meio de práticas que lhes possam proporcionar uma aproximação com diversos gêneros literários, personagens e autores. As oficinas têm carga horária de 4h cada e 20 vagas por turma, sendo ofertadas 02 turmas, uma pela manhã e uma pela tarde.

Facilitador: Anderson Shon (Escritor e Professor)

Onde: Biblioteca Anísio Teixeira

Às 14 horas – Roda de Conversa ‘Literatura como Ato de Liberdade’

Tem por finalidade visibilizar trabalhos com leitura e escrita realizados em espaços de privação de liberdade, através do relato das experiências dos palestrantes.

Onde: Museu Eugenio Teixeira Leal

Palestrantes:

-Evanilson Alves (Fundac): Educador da Fundac de Salvador e responsável pela publicação “Força Feminina: A Poesia que Liberta”, que reúne 53 poesias das autoras adolescentes que cumprem medidas socioeducativas na Comunidade de Atendimento Socioeducativo.

-Emanuela de Carvalho (Pedagoga e Escritora): Pedagoga e autora do livro “A Terceira Pessoa depois de Ninguém” que reúne relatos de detentas do Presídio Salvador.

-Claudia Trindade (SEAP): Historiadora, professora, pesquisadora, desenvolve projetos de incentivo à leitura com pessoas privadas de liberdade nas unidades prisionais de Salvador como a Penitenciária Lemos de Brito e a Colônia Penal Lafayete Coutinho, além de estudar e desenvolver projetos em prol de ações positivas nos processos de ressocialização de pessoas privadas de liberdade.

Mediadora: Luciany Aparecida (Escritora e Doutora em Letras)

Às 15 horas – Mesa Agô

Encontro mediado por educadores, pesquisadores e artistas, sobre o Núcleo de Estudos em Dança Afro-Brasileira

Onde: Escola de Dança da FUNCEB

Às 20 horas – Mesa ‘Com os Pés na África’

Atração Internacional: Gociante Patissa (Angola) e Sérgio Tulio Caldas (SP)

Mediação: Zulu Araújo

Onde: Teatro do SESC

Sábado (11/08)

Às 11 horas – Roda de Conversa ‘Por que preservar arquivos de escritores?’

Tem por finalidade chamar atenção para a necessidade de preservar a memória literária no estado da Bahia, mediante o diálogo entre profissionais que trabalham com Arquivos Literários, escritores e representantes de instituições que custodiam Arquivos de Escritores.

Onde: Café Zélia Gattai

Palestrantes:

-Alzira Tude de Sá, do ICI/UFBA. Professora, Doutora em Ciência da Informação, realizou estudo demonstrando o processo de entrelaçamento entre documento, imagem, memória, informação e cultura apontando para a potencialidade de registros fotográficos dos objetos da casa do escritor Jorge Amado, fotografia como mediadores culturais.

-Ivana Bittencourt Severino, Mestre e doutoranda em Ciência da Informação, dedicada ao estudo dos Arquivos Privados Pessoais.

-Ângela Fraga de Sá, Diretora executiva da Fundação Casa de Jorge Amado

Às 15 horas – Mostra Artística dos Grupos Residentes da Escola de Dança da FUNCEB

Onde: Escola de Dança da FUNCEB – Espaço Céu

Domingo (12/08)

Das 9 às 12 horas

-Leituras e jogos ao ar livre com a equipe da Bibex. Jogos planejados para construção do conhecimento, raciocínio lógico e alfabetização da criança.

-Contação de história: Pé de causos, trupe de contadores. Histórias da cultura popular e afro-indígenas

-Contação de história com Raí Santana. Livro: Dez bons conselhos de meu pai, do autor João Ubaldo Ribeiro.

-Jogos e brincadeiras, leitura livre – Equipe da Bibex

Onde: Terreiro de Jesus

Às 17 horas – Encerramento da Flipelô

Concerto da Orquestra Afrosinfônica

Onde: Largo do Pelourinho, em frente à Fundação Casa de Jorge Amado

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115195 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.