Salvador: leilões da Exporural 2018 devem movimentar R$ 2 milhões

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.

Os leilões de animais são o termômetro das feiras agropecuárias e atraem a atenção não só dos criadores e empresários do ramo, mas também do público em geral, que assiste e vibra com a dinâmica do evento. Na Exporural, a disputa de lances no recinto começa na noite desta quinta-feira (16/08/2018) e segue até sábado (18), nas tatersais do Parque de Exposições de Salvador. Serão ao todo quatro importantes leilões onde serão ofertados lotes das raças equina Pampa e Mangalarga Marchador, ovina Santa Inês e bovina, Girolando. A expectativa é que cada leilão reúna mais de 400 criadores.

A movimentação financeira é grande e os lotes são organizados por raças, segundo a finalidade e característica dos animais (cria, recria, e engorda), reprodutores e matrizes, ou mesmo material genético como sêmen ou embriões. “Esses eventos, dependendo da importância genética dos animais, do acúmulo de premiações, movimentam valores altos em sua comercialização. A expectativa é de que os quatro leilões da Exporural gerem uma receita total de R$ 2 milhões, que equivale a 10% do montante movimentado em toda a exposição”, estima Almir Lins, coordenador da Exporural.

Ele ainda ressalta que, antes mesmo do evento acontecer, de forma presencial, alguns lotes prévios são anunciados em sites e mídias sociais para pré-lance. “A internet, por meio de sites e mídias digitais com transmissão ao vivo, tem revolucionado o mercado. Com o uso dela, ampliamos nossa atuação no leilão de recinto para além das fronteiras, diminuindo o custo de quem realiza e participa”, avalia o coordenador, apontando também a facilidade na compra parcelada.

O criador de gado Nelore e de ovinos Santa Inês, Antônio Tarzan, conhecido como Tony Tarzan, com propriedade em Feira de Santana e cuja família atua há 45 anos com seleção e criação, fala sobre a evolução genética em sua propriedade a partir da venda e aquisição de animais de alta qualidade nos leilões que acontecem em todo território nacional. “Com o investimento em melhoria genética, o aumento da produtividade é perceptível no pasto, sobretudo, na redução do tempo de engorda do boi, que era de dois anos e passou para 14 ou 16 meses em média. Assim, o retorno financeiro é também mais rápido e maior”, explica.

Ainda segundo ele, a Exporural é uma importante vitrine para mostrar esse trabalho de melhoria genética que é desenvolvido no estado. “A Bahia é um dos principais pólos de genética animal e as exposições agropecuárias representam essa evolução. Nos leilões, participam criadores de todo o país e quem não pode estar presencialmente, faz seus pré-lances na internet”, acrescenta o comprador e vendedor.

Curiosidade

Há 15 anos atuando como leiloeiro rural, o também veterinário Naelson Júnior é marca registrada dos principais eventos agropecuários da capital baiana. Nessa edição, ele vai comandar o leilão Cativa e Africano, da raça ovina Santa Inês. A sintonia com os criadores é tanta que ele já conhece o jeito de cada um anunciar o lance. “Tem uns que gritam, levantam a mão, mas a grande maioria é discreta e um simples toque na orelha é decisivo para o arremate. Eles não querem que o concorrente saiba quem disputa com ele”, descreve ele, adiantando que são muitas as particularidades de comportamento que envolvem os frequentadores de leilões.

Além do leiloeiro, que comanda o evento, existem os funcionários (peões/vaqueiros) que manejam os animais trazendo para pista do leilão. Os “pisteiros” também são personagens fundamentais e interage diretamente com o leiloeiro. Além das descrições fenotípicas e genéticas dos animais, feitas pelos leiloeiros, os pisteiros também dão a sua contribuição, valorizando o animal, colaborando com o desfile de apresentação. Para garantir que a papelada esteja toda em ordem, ainda tem o pessoal administrativo financeiro, que valida a participação do comprador e efetua a venda. Para garantir a animação no evento, a organização investe em sonoplastia, iluminação e até mesmo a participação de modelos e celebridades.

Realizada pela Central das Exposições, representada pela Associação de Criadores de Caprinos e Ovinos da Bahia (Accoba), a Exporural 2018 segue até domingo (19) e tem a expectativa de receber 100 mil visitantes, com ingressos a R$ 10 e entrada gratuita para crianças até 10 anos e adultos com mais de 60 anos. O evento tem apoio do Governo do Estado da Bahia, através da Secretária de Agricultura do Estado (Seagri) e parceria com a Faeb e Senar.

Agenda

Quando: 12 a 19 de agosto, das 8 às 20 horas

Local: Parque de Exposições de Salvador

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113648 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]