PT lamenta morte da socióloga Zilah Wendel Abramo

Zilah Wendel Abramo atuou como socióloga e foi uma das fundadoras do PT.
Zilah Wendel Abramo atuou como socióloga e foi uma das fundadoras do PT.
Zilah Wendel Abramo atuou como socióloga e foi uma das fundadoras do PT.
Zilah Wendel Abramo atuou como socióloga e foi uma das fundadoras do PT.

O Partido dos Trabalhadores (PT) emitiu nota nesta quinta-feira (16/08/2018) lamentando a morte da socióloga Zilah Wendel Abramo (1926-2018).

Confira teor da nota

O PT recebeu com profunda tristeza a notícia do falecimento de Zilah Wendel Abramo, uma das mulheres mais atuantes e engajadas da história do partido que ajudou a fundar”.

Socióloga de formação, Zilah teve vida dedicada à luta por direitos humanos no Brasil, sobretudo durante os anos em que a Ditadura Militar vigorou no país. Foi uma das vozes mais ativas dentro do Comitê Brasileiro pela Anistia (CBA), sociedade civil independente formada a partir de 1978 com o objetivo de coordenar os esforços em prol do movimento pela anistia ampla, geral e irrestrita dos atingidos pelos atos de exceção cometidos a partir de 1964.

Sua militância de esquerda começara uma década antes no Partido Socialista Brasileiro (PSB).

Casada com o jornalista e também sociólogo Perseu Abramo, tiveram os filhos Laís, Mario, Helena, Bia e Marta.

Dedicou-se ativamente a construir a Fundação do PT que leva o nome do seu companheiro Perseu. Quando esta foi instituída, foi vice-presidenta da Diretoria e depois presidenta do Conselho Curador.

Que o seu legado sirva de exemplo para as lutas que seguirão.

*Gleisi Hoffmann, senadora e presidenta do partido dos trabalhadores.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115150 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.