Em julho de 2018, inflação na Região Metropolitana de Salvador fica em 0,24%

Tabela apresenta dados da inflação do mês de julho de 2018 na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Tabela apresenta dados da inflação do mês de julho de 2018 na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Em julho de 2018, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medida oficial da inflação, ficou em 0,24% na Região Metropolitana de Salvador, abaixo da taxa de junho (0,86%) e da média nacional (0,33%); mostrando-se menor também que o índice de julho de 2017 (0,35%).

Mesmo apresentando a segunda desaceleração seguida em julho, a inflação no ano de 2018, na RM Salvador, se manteve em alta, indo a 3,22% (estava em 2,97% em junho), acima da média nacional (2,94%). Continua também num patamar bem mais alto que o acumulado no mesmo período em 2017 (1,66%).

Nos 12 meses encerrados em julho, o IPCA chegou a 3,71%, em Salvador, um pouco abaixo do registrado nos 12 meses encerrados em junho (3,82%) e menor também que a média nacional (4,48%).

A tabela a seguir mostra o IPCA para Brasil e áreas pesquisadas, no mês, acumulados no ano e nos 12 meses encerrados em julho.

Despesas com Transportes (1,08%) e Habitação (1,27%) foram as que mais puxaram o IPCA de julho para cima na RMS

Em julho, seis dos nove grupos de produtos e serviços que compõem o IPCA tiveram aumento, na Região Metropolitana de Salvador, liderados, em termos de magnitude da taxa, por Habitação (1,27%) e Transportes (1,08%).

Por conta do seu maior peso nos orçamentos das famílias, porém, os gastos com Transportes foram os que mais pressionaram a inflação de julho para cima, com forte influência das passagens aéreas (36,76%), item que, individualmente, mais contribuiu para a alta do IPCA de julho da RMS.

Também foram impactos importantes no mês os aumentos da gasolina (1,88%) e dos ônibus interestaduais (10,21%).

Entre as despesas com Habitação, a energia elétrica (1,81%) foi a principal pressão de alta. Em seguida, vieram a taxa de água e esgoto (1,75%), que incorporou em julho o restante do aumento ocorrido em 12 de junho, e o gás de botijão (2,03%), que teve reajuste de 4,38% nas refinarias, para o botijão de 13 kg, autorizado pela Petrobras em 5 de julho.

Tanto a energia quanto o botijão de gás têm sido importantes pressões inflacionárias em 2018, para os moradores da RMS. Foi o quarto aumento consecutivo da energia e o quinto do gás, que, no ano, já acumulam altas de, respectivamente, 24,63% e 6,88%, ambas muito acima da inflação média (3,22%)

Com reduções sobretudo em itens consumido em casa, Alimentação e Bebidas tem deflação (-0,78%) e ajuda a segurar a inflação na RMS

Depois de três altas seguidas e de terem exercido a maior pressão para cima na inflação de junho, os alimentos tiveram deflação em julho (-0,78%) e foram a principal influência no sentido de conter o IPCA do mês, na RM Salvador.

Houve reduções, em média, tanto na alimentação fora (-0,08%) quanto na alimentação em casa (-1,1%) e, dos cinco itens que mais contribuíram para segurar o IPCA de julho, quatro foram alimentos: cebola (-31,15%), tomate (-23,69%), batata-inglesa (-29,77%) e laranja-pera (-12,40%).

A deflação dos alimentos em julho refletiu, além do aumento da oferta, o realinhamento de preços após as altas decorrentes da paralisação dos caminhoneiros, no final de maio.

Ainda assim, apesar da variação média negativa do grupo Alimentação e Bebidas no mês, alguns itens também importantes no consumo diário tiveram aumentos significativos, como o leite longa vida (15,03%), o pão francês (1,40%) e o açúcar cristal (2,81%), entre outros.

 Na RM Salvador, INPC ficou em 0,15% em julho

Na Região Metropolitana de Salvador, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede a inflação das famílias com menores rendimentos, ficou em 0,15% em julho, também desacelerando em relação a junho (1,00%) e ficando abaixo da média nacional (0,25%).

No acumulado no ano, o INPC da RMS ficou em 2,76%, pouco abaixo da média nacional (2,83%); nos 12 meses terminados em julho, o índice acumula alta de 2,74%, também menor que a nacional (3,61%).

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]