Eleições 2018: Reportagem da Revista Veja revela que oposição busca MBL para tentar evitar quarta vitória petista ao governo da Bahia

Rui Costa (PT), Ronaldo (DEM), Henrique (PRTB), Mendes (PSOL), Santana (MDB), Orlando Andrade (PCO) e Célia Sacramento (Rede).
Rui Costa (PT), Ronaldo (DEM), Henrique (PRTB), Mendes (PSOL), Santana (MDB), Orlando Andrade (PCO) e Célia Sacramento (Rede).
Rui Costa (PT), Ronaldo (DEM), Henrique (PRTB), Mendes (PSOL), Santana (MDB), Orlando Andrade (PCO) e Célia Sacramento (Rede).
Rui Costa (PT), Ronaldo (DEM), Henrique (PRTB), Mendes (PSOL), Santana (MDB), Orlando Andrade (PCO) e Célia Sacramento (Rede).

Reportagem de Estêvão Bertoni, publicada na Revista Veja Online desta terça-feira (14/08/2018), afirma que a principal chapa de oposição ao governador Rui Costa (PT) é liderada por José Ronaldo (DEM) e q que ele escolheu como vice a médica Mônica Bahia, uma integrante do MBL (Movimento Brasil Livre), coma finalidade de tentar evitar a vitória do quarto governo petista consecutivo na Bahia.

Em 2016, Mônica Bahia foi uma das líderes dos protestos pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), e, em primeiro discurso como candidata, incitou os correligionários contra o PT. “A tarefa da oposição, entretanto, não será fácil. Pesquisa do Paraná Pesquisas, de maio, mostra que Rui Costa tem 58,8% das intenções de voto e se elegeria ainda no primeiro turno”, diz a reportagem de Veja.

Ex-ministro nos governos Lula e Dilma, Jaques Wagner (PT) se elegeu em 2006 e 2010 com 52% e 63,83% dos votos, respectivamente. Nestas eleições, ele será candidato ao Senado. Em 2014, Rui Costa recebeu 54,53% dos votos.

No levantamento apresentado, em 28 de maio, pela Paraná Pesquisa, José Ronaldo alcança apenas 9,5%. Ele é ex-prefeito de Feira de Santana, a segunda maior cidade baiana, e foi escolhido após a desistência de ACM Neto de disputar o pleito. ACM preferiu terminar o mandato à frente da prefeitura de Salvador, onde tem mais de 70% de aprovação. O prefeito tentou costurar alianças com partidos do chamado Centrão, como PP e PR, que pertencem à coligação de Rui Costa, mas falhou ao tentar atraí-los para a oposição, registra a reportagem de Veja.

Dados da Paraná Pesquisas divulgados em 28 de maio de 2018

Rui Costa (PT) – 58,8%

José Ronaldo (DEM) – 9,5%

João Henrique (PRTB) – 5,8%

Marcos Mendes (PSOL) – 1,8%

João Santana (MDB) – 1,3%

Marcos Maurício (PSDC) – 0,9%

Nenhum – 15,8%

Não sabe – 5,9%

Registrado sob o número BA-08989/2018 no TRE pela Paraná Pesquisas, o levantamento ouviu 1.540 pessoas entre 23 e 28 de maio de 2018. O nível de confiança é de 95%, e a margem de erro, de 2,5 pontos porcentuais.

Candidatos ao governo da Bahia

— Coligação: Rede, Patriota

Célia Sacramento (Rede), ex-vice-prefeita de Salvador

Vice: José Itamário dos Santos (Rede)

— Coligação: PRTB, PSL

João Henrique (PRTB), ex-prefeito de Salvador

Vice: Alberto Magalhães Pimentel Júnior (PSL)

—  Coligação: MDB, DC, PSDC

João Santana (MDB), ex-ministro da Integração Nacional

Vice: Jeane Alves Cruz (MDB)

Coligação: DEM, PSDB, PSC, PTB, PRB, PV, SD, PSL, PPS, PHS, PPL, Pros

José Ronaldo (DEM), ex-prefeito de Feira de Santana

Vice: Mônica Bahia (PSDB)

— Partido PSOL

Marcos Mendes (PSOL), geólogo

Vice: Dona Mira (PSOL)

— Coligação: PT, PSD, PP, PR, PSB, PCdoB, PDT, PRP, PMB, Podemos, Avante, PTC, PMN e Pros

Rui Costa (PT), governador da Bahia

Vice: João Felipe de Souza Leão (PP)

— Partido PCO

Orlando Andrade (PCO), carteiro

Vice: Silvano Alves de Souza (PCO)

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109896 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]