Eleições 2018: Durante plenária em Salvador, deputado Valmir Assunção defende maior participação das mulheres na política

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Plenária com mulheres em Salvador debate políticas públicas para as feministas com Valmir Assunção.
Plenária com mulheres em Salvador debate políticas públicas para as feministas com Valmir Assunção.
Plenária com mulheres em Salvador debate políticas públicas para as feministas com Valmir Assunção.
Plenária com mulheres em Salvador debate políticas públicas para as feministas com Valmir Assunção.

A participação das mulheres na política foi um dos assuntos tratados durante plenária com setoriais e movimentos feministas, na última segunda-feira (13/08/2018), em Salvador, com o deputado federal e pré-candidato à reeleição Valmir Assunção (PT-BA). Para o parlamentar, desde o impedimento da presidente Dilma Rousseff (PT) que o país vive um retrocesso em políticas sociais que tem afetado diretamente a participação de minorias e de grupos historicamente deixados de fora do orçamento anual do governo federal. “É assim que o governo golpista quer seguir. Dilapidando os direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras deste país. Tiraram uma presidente legitimamente eleita em um processo mentiroso, machista e misógino. E a retirada de direitos também afeta a mulher e sua participação da política e em outras esferas de poder”, aponta Valmir.

Além de debater a participação feminina na sociedade atual, a plenária na capital também ampliou os discursos sobre equidade salarial, aborto, sistemas de cotas, políticas e programas contra a violência contra as mulheres e meios de produção para moradoras do campo e das cidades. “As mulheres são vítimas de violência domésticas todos os dias. Elas morrem defendendo serem livres. É preciso mudar essa realidade no país. E não vamos conseguir fazendo isso com um governo de direita, vamos mudar elegendo Lula presidente, que foi quem mais fez pelas minorias e pelas feministas, inclusive com uma presidenta sendo sua sucessora. Vamos lutar para tirar Lula da prisão política que o colocaram e conduzi-lo à presidência”, salienta. Na plenária, estiveram presentes representantes de movimentos sociais de luta pela terra, moradia e por maior participação da mulher na vida pública.

Estiveram na plenária a coordenadora-geral da Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA), Renata Rossi, a secretária estadual de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), Fabya Reis, a coordenadora da assessoria da Casa Civil, Roberta Sampaio e a pró-reitora da Uneb, Amélia Maraux. Também participaram a presidente da ABGLT, Symmy Larrat, a militante petista Altamira Simões, a presidente do Sindicato das Trabalhadoras Domésticas da Bahia, Creuza Maria de Oliveira, a ouvidora-geral da Defensoria Pública da Bahia, Vilma Reis, representantes do PT da Bahia, como a secretária de Mulheres, Brena Pinto, da secretária de Movimentos Sociais, Danielle Ferreira, e de membros de setoriais da sigla na Bahia e de diferentes bairros da capital.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113710 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]