Debate da Band: José Ronaldo diz que a Bahia precisa mudar para voltar a crescer, durante debate na TV Band Bahia; confira vídeo

Candidatos à governador participam de debate na TV BAND Bahia
Candidatos à governador participam de debate na TV BAND Bahia
José Ronaldo: A educação da Bahia tem a pior situação do Brasil. Não se constrói escolas no estado.
José Ronaldo: A educação da Bahia tem a pior situação do Brasil. Não se constrói escolas no estado.

Na chegada aos estúdios da Band Bahia, o candidato da coligação “Coragem para mudar a Bahia”, José Ronaldo (Zé Ronaldo, Democratas) falou sobre a expectativa com o primeiro debate para governador do estado. O ex-prefeito de Feira de Santana disse que era uma oportunidade ímpar de discutir ideias, “debater as mudanças que desejamos”.

Segundo Zé Ronaldo, é um momento importante. “As perguntas estão na cabeça. É a oportunidade de mostrar os números reais da Bahia e não os da propaganda. Tanto a educação, quando a saúde e a segurança estão carentes no estado e o horário eleitoral e os debates são os espaços para mostrar isso à população”.

“Fé confiança, determinação são os meus lemas. A partir de agora a campanha fica mais forte nas ruas e confiamos na vitória. Fiz a minha vida respeitando a todos e trago aqui a ideia de mudança. Não existe favoritismo. A escolha é do povo e ela vai ser conhecida no dia 7 de outubro”, disse o candidato.

Educação

Na primeira participação, Zé Ronaldo alertou para os problemas enfrentados hoje pela Bahia. “A educação da Bahia tem a pior situação do Brasil. Não se constrói escolas no estado. Não vi construções nos mais de 400 municípios que visitei. As universidades estaduais estão em greve e o governo do PT mandar cortar o ponto. Tem funcionários ganhando abaixo do salário mínimo. A Bahia tem um terço da população de São Paulo, mas o dobro do número de mortes violentas. Os assassinatos aumentaram em 98% no governo do PT. O estado é omisso”.

Confira Vídeo

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9388 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).