Câmara dos Deputados promove sessão solene em homenagem ao Dia do Maçom; confira vídeo

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Câmara dos Deputados promove edição 2018 da sessão solene em homenagem ao Dia do Maçom.
Câmara dos Deputados promove edição 2018 da sessão solene em homenagem ao Dia do Maçom.
Câmara dos Deputados promove edição 2018 da sessão solene em homenagem ao Dia do Maçom.
Câmara dos Deputados promove edição 2018 da sessão solene em homenagem ao Dia do Maçom.

A Câmara dos Deputados promoveu, nesta sexta-feira (17/08/2018), sessão solene requerida pelos deputados Izalci Lucas (PSDB-DF) e Edson Moreira (PR-MG) em homenagem ao Dia do Maçom, comemorado hoje, 20 de agosto.

Em discurso lido no Plenário, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), destacou os três princípios que norteiam a maçonaria: liberdade, igualdade e fraternidade. Segundo Maia, esses conceitos fazem as lojas maçônicas atraírem pessoas de todas as classes sociais, correntes políticas, origens, etnias e crenças, “unidas pelo objetivo comum do conhecimento da virtude”.

Rodrigo Maia ainda ressaltou as ações sociais realizadas pelas lojas maçônicas espalhadas pelo país. “São ações que percorrem o terreno da educação, da saúde, segurança alimentar, ajuda às crianças, idosos e pessoas em situação de vulnerabilidade social”, disse. Além disso, ele também lembrou que várias personalidades importantes da história do Brasil foram maçons, entre eles Dom Pedro I, José Bonifácio de Andrade, Duque de Caxias, Prudente de Moraes e Ruy Barbosa.

O deputado Izalci Lucas destacou a participação dos maçons brasileiros também no processo de independência do Brasil. “A proclamação da independência foi resultado do incansável trabalho de maçons que iniciaram o movimento liberal, destinado a retirar o Brasil da submissão a Portugal”, declarou o deputado.

“Os maçons brasileiros sempre tiveram papel importante da história do Brasil, especialmente nos momentos de crises econômicas e políticas. Os momentos mais importantes do nosso país, como a independência, a abolição da escravatura e a proclamação da República, tiveram como protagonistas esses bravos defensores da nossa pátria“, completou Izalci.

20 de Agosto

O deputado Izalci Lucas explicou que foi em 20 de agosto de 1822 que Joaquim Gonçalves Ledo proferiu um discurso da maçonaria em favor da independência do Brasil. “Dizia ele que os povos não são propriedade de ninguém. Naquele momento, a independência tomou força e Gonçalves Ledo passou para a história como um dos mais importantes autores da independência do Brasil, senão o maior”, disse.

Também de acordo com Izalci, em setembro de 1918, o Irmão Antenor de Campos Moura, então Venerável da Loja “Fraternidade de Santos”, propôs ao Grande Oriente do Brasil a instituição do “Dia do Maçom”, que seria comemorado não só como um dia de festa, mas também como um dia de beneficência e de caridade.

Por isso, institui-se 20 de agosto como a data em que se comemora o Dia do Maçom.

Confira vídeo

Sobre Carlos Augusto 9659 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).