TSE divulga limite de gastos para as eleições 2018; na Bahia, limite para campanha de governador é 14 milhões, mais R$ 7 milhões em caso de segundo turno

Sessão plenária do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), presidida pelo ministro Luiz Fux.
Sessão plenária do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), presidida pelo ministro Luiz Fux.
Sessão plenária do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), presidida pelo ministro Luiz Fux.
Sessão plenária do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), presidida pelo ministro Luiz Fux.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou o limite de gastos das campanhas eleitorais deste ano, bem como o limite quantitativo para contratação de pessoal. Para o cargo de presidente da República o teto será de R$ 70 milhões para o primeiro turno, valor que pode ser acrescido em R$ 35 milhões caso haja segundo turno.

O limite fixado às campanhas para deputado federal ficou em R$ 2,5 milhões. Para os cargos de deputados estadual ou distrital, o teto ficou fixado em R$ 1 milhão. No caso das campanhas para governadores e senadores, o limite de gastos variam de acordo com o eleitorado de cada unidade da Federação

São Paulo, por exemplo, é a unidade federativa com maior teto de gastos para a campanha a governador (R$ 21 milhões, no primeiro turno e outros R$ 10,5 milhões em caso de segundo turno), seguido do Rio de Janeiro, de Minas Gerais e da Bahia (14 milhões mais R$ 7 milhões em caso de segundo turno); Ceará, Goiás, Maranhão, Pará, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina (R$9,1 milhões mais R$ 4,55 milhões para o segundo turno).

Estados com população de até 1 milhão de eleitores terão seus gastos limitados a um teto de R$ 2,8 milhões, para a campanha ao governo estadual. Em caso de segundo turno, essas campanhas terão seu teto acrescido em R$ 1,4 milhão. Informações sobre o limite de gastos para o governo das demais unidades podem ser obtidas no site do TSE.

O TSE também disponibilizou em seu portal o limite de contratações diretas ou terceirizadas de pessoal, para serviços de militância e de mobilização nas ruas, tanto para a campanha presidencial como para as de senador, deputados e governadores.

Com uma população de 9 milhões de eleitores, São Paulo é o estado que terá direito a fazer o maior número de contratações: 9.324 para as campanhas à presidência e ao Senado; 18.648 para a campanha ao governo do estado; e 6.527 para a campanha à Câmara dos Deputados.

Limite de gastos para as eleições 2018 na Bahia

Bahia: 10.388.754 eleitores; R$ 14 milhões para gastos da campanha de governador, no primeiro turno; R$ 7 milhões; para gastos da campanha de governador, no segundo turno; R$ 4,2 milhões, para senador; R$ 2,5 milhões para deputado federal e R$ 1 milhão para deputado estadual.

Tabela do TSE apresenta limite de gastos para as eleições 2018

Tabela do TSE apresenta limite de gastos para as eleições 2018.
Tabela do TSE apresenta limite de gastos para as eleições 2018.
Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108845 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]