Marcelo Vinicius lança o livro ‘O Sonho de Lucas’

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Capa do livro 'O Sonho de Lucas'.
Capa do livro 'O Sonho de Lucas'.
Capa do livro 'O Sonho de Lucas'.
Capa do livro ‘O Sonho de Lucas’.

Marcelo Vinicius lança em breve o romance ‘O Sonho de Lucas’, pela editora Multifoco. Com prefácio de Ana Rita Ferraz, professora da UEFS, especialista em Literatura Infantil e Educação, doutora em Educação e Contemporaneidade e Psicóloga; orelha por Lúcia Facco, doutora em literatura e crítica literária da UERJ; e revisão por Clarissa Macedo, poeta premiada nacionalmente e doutoranda em literatura pela UFBA.

Sinopse

A história divide-se em duas partes. A primeira é uma narrativa em terceira pessoa; e a segunda é em primeira pessoa, na qual está se passa por meio do olhar de um jovem chamado Lucas, estudante que sonha em cursar faculdade e cuja vida familiar está em decadência.

Lucas fica arrasado quando sua mãe, Kátia Fernandes, separa-se de seu padrasto, surgindo, a partir daí, dificuldades financeiras para que pudesse completar seus estudos. Esse fato — entre outros — provoca, ainda, turbulências na relação com uma garota que ele conhece na internet, Caroline, e que, por motivos absurdos e beirando à loucura, nem sequer conseguem se encontrar no local combinado, para se conhecerem pessoalmente.

Ele, então, procura superar determinados problemas, os quais aparentam se resolver; porém, há ainda muitos desafios pela frente, como lidar com uma inesperada doença angustiante de sua irmã Melissa e de sua mãe.

Lucas é sinônimo de luta pela realização de seus sonhos por meio das experiências que passa na vida, que retrata os conflitos emocionais pelos quais passam muitos jovens; no entanto, O sonho de Lucas narra também a história de uma família que está de ponta-cabeça, como uma metáfora das contradições e dos dilemas de uma classe cujo poder, status e domínio social se constroem em cima do sofrimento humano.

Orelha do livro

“Mas até que ponto se está acordado, de verdade?” Esta indagação, que suscita o questionamento das fronteiras entre realidade e sonho, e entre realidade e ficção, vai nortear toda a obra, instigando o leitor a uma profunda reflexão. Marcelo consegue transmitir muito bem a confusão em que o protagonista Lucas se encontra. Narra, de modo bem articulado, os vários sonhos entrelaçados com a realidade. Aliás, o leitor, assim como Lucas, não consegue distinguir bem onde começa uma coisa e termina outra.

O autor desenvolve a história de uma maneira tão interessante que o leitor, quando começa a se sentir confortável em determinada situação e adquire uma ligeira impressão de certeza a respeito de determinado momento da narrativa se tratar de um sonho ou da realidade de Lucas, vê todas as suas crenças ruírem e volta para o sentimento de incerteza, no qual a realidade de Lucas acaba se misturando à de Melissa, sua irmã. E há um retorno ao início da história. Isso me lembrou o final de Huis clos, de Sartre, que termina com um desesperador “recomecemos”.

Esse é que é o verdadeiro jogo da narrativa. A partir do momento em que o leitor se deixa seduzir/enredar por ela (o que o autor faz de maneira admirável), ele passa a fazer parte desse jogo.

Não se pode dizer que se trata de uma leitura cômoda, pois o leitor tem de lidar com certo desconforto ao longo da obra. Mas esse desconforto não é o que a boa literatura costuma causar? O saudável desconforto diante de certezas cristalizadas, que revelam sua fragilidade e, portanto, exigem ser questionadas.

A literatura que faz pensar está, definitivamente, representada por este livro. Que esta segunda obra do autor seja seguida por muitas outras.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123317 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.