Forró no Distrito de Bonfim de Feira de Santana atraiu membros de outras comunidades

Festejos da edição 2018 do São Pedro do Distrito de Bonfim de Feira de Santana foram animados com autêntico forró.
Festejos da edição 2018 do São Pedro do Distrito de Bonfim de Feira de Santana foram animados com autêntico forró.
Festejos da edição 2018 do São Pedro do Distrito de Bonfim de Feira de Santana foram animados com autêntico forró.
Festejos da edição 2018 do São Pedro do Distrito de Bonfim de Feira de Santana foram animados com autêntico forró.

O espaço destinado aos casais no arraiá do Distrito de Bonfim de Feira de Santana levou horas para ser ocupado. Locais e visitantes demonstravam timidez para rodopiar pelo grande salão ao ar livre. Mas foi apenas impressão inicial.

A noite de domingo (01/07/2018), que encerrou os festejos do distrito, foi uma das mais animadas dos últimos tempos. O forró correu solto até as primeiras horas da manhã desta segunda-feira.

Inicialmente, os casais dançaram nos passeios das casas próximas ao local do forró, onde amigos e parentes se concentraram. Foi uma espécie de esquenta para a noite. Aos poucos foram ocupando seus lugares em frente ao palco, animados pelas atrações da noite.

A festa foi iniciada pelo cantor e sanfoneiro Vitinho, uma das pratas da casa, que mostrou talento para tirar som de um dos instrumentos símbolos do São João. E não apenas se limitou ao forró. Também cantou músicas românticas, ao gosto do público.

O soteropolitano grupo Forró do Zé foi a segunda atração da noite. E o seu repertório animado, alegre e dançante pôs fogo no arraiá. O cantor Jurandy da Feira, com a participação da cantora Kareen Mendes, foi a terceira boa atração da noite.

Também se apresentaram na noite de encerramento dos festejos Filé com Camarão e Vaqueirama.

Gonzagão é homenageado por Arnaldo Farias

O gibão e o chapéu denunciaram qual seria o tom do show do cantor Arnaldo Farias, na noite de abertura do São João do distrito de Bonfim de Feira, neste sábado (30/06/2018): Luiz Gonzaga.

E foram muitas as canções apresentadas por Arnaldo Farias, fã do criador do forró, que tem um timbre muito parecido com o de Gonzagão, o eterno rei do baião, e adepto da música nordestina de raiz.

“O que a gente queria, e conseguiu, foi fazer uma apresentação como se a praça (Cônego Cupertino de Lacerda) fosse uma sala de reboco, dançando naquele chão batido”, disse o cantor.

Depois de tirar a fantasia do show, fez outras homenagens. O Trio Nordestino, grupo com 60 anos de fundado, foi um deles. A praça, onde foi montado o Arraiá do Arrasta Pé, ficou lotada.

A banda feirense Swtack Fogoso, que abriu os festejos deste ano, mostrou versatilidade ao apresentar músicas juninas que estão no inconsciente coletivo dos nordestinos e outras com tom mais moderno.

O São Pedro de Bonfim de Feira, dizem os moradores, é uma festa de encontros, quando bonfinenses que moram em outras cidades ou na sede do município retornam para os festejos.

Antônio Bastos, que mora em Feira, disse que além do forró, é bom rever parentes amigos que não encontrava há anos. “Tudo vira uma grande festa”.

Também se apresentaram a soteropolitana Filomena Bagaceira, Pé de Cerka e HD.com.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108655 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]