Copa do Mundo 2018: Tite diz que disputa da Seleção Brasileira contra Bélgica foi “jogaço” e lamenta gols perdidos

Atacante Neymar Júnior, após a derrota da Seleção Brasileira pela Bélgica, nas oitavas de final da Copa do Mundo Rússia 2018.
Atacante Neymar Júnior, após a derrota da Seleção Brasileira pela Bélgica, nas oitavas de final da Copa do Mundo Rússia 2018.

Atacante Neymar Júnior, após a derrota da Seleção Brasileira pela Bélgica, nas oitavas de final da Copa do Mundo Rússia 2018.

O técnico Tite não apontou responsabilidades pela derrota da seleção brasileira hoje, para a Bélgica. Na entrevista coletiva realizada após a partida, sem escolher culpados, ele elogiou seus jogadores, a seleção belga, e disse que a disputa foi “um jogaço” de futebol.

“Duas equipes com qualidade técnica impressionante. Com toda dor que eu estou sentindo, eu tenho discernimento. Quem não é envolvido emocionalmente com esse jogo, vai dizer ‘que jogo’. Opções, transições. Que jogaço. Quem aprecia futebol vai ver que foi um grande espetáculo”, disse.

Tite afirmou que o Brasil dominou grande parte do jogo, mas a Bélgica foi mais efetiva. E isso, segundo ele, foi determinante para o resultado. “Foi um grande jogo, dominamos em grande parte dele, criando oportunidades. Em efetividade, a Bélgica traduziu em gols. [A Bélgica teve] superioridade em efetividade, não em desempenho. […] O outro lado teve competência, por ser efetivo. É do jogo”.

O técnico do Brasil acrescentou que talvez tenha faltado competência ao time para marcar os gols nas oportunidades que surgiram, mas afirmou que o time teve “dedicação plena”. “Tenho orgulho do trabalho”, concluiu o treinador.

De fato, nos primeiros 30 minutos de jogo, tudo deu errado para o Brasil. Teve duas oportunidades claras nos primeiros minutos do jogo, em cobranças de escanteio, e a bola não entrou. Em seguida, sofreu o primeiro gol, também após um escanteio. Depois sofreu o segundo gol em um contra-ataque rápido do time belga.

No segundo tempo o Brasil corrigiu sua defesa e sofreu poucos riscos. Teve mais posse de bola, pressionou no ataque e criou chances claras de gol, mas só marcou uma vez, o que não foi suficiente para seguir no mundial.

*Com informações da Agência Brasil.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]