Advogados e Advogadas pela Democracia pedem prisão do juiz Sérgio Moro, por flagrante descumprimento de ordem judicial prolata por desembargador determinando liberdade do ex-presidente Lula

Coletivo Advogadas e Advogados pela Democracia pede prisão do juiz Sérgio Fernando Moro por violação do devido processo legal, ao atuar contra a liberdade do ex-presidente Lula, determinada por instância superior.

Coletivo Advogadas e Advogados pela Democracia pede prisão do juiz Sérgio Fernando Moro por violação do devido processo legal, ao atuar contra a liberdade do ex-presidente Lula, determinada por instância superior.

O coletivo Advogadas e Advogados pela Democracia protocolou na tarde deste domingo, no Tribunal Regional Federal da 4ª região, pedido de prisão em flagrante do juiz de primeira instância Sérgio Fernando Moro e do diretor da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, Roberval Drex.

Segundo o documento, diante da recusa de Moro em permitir o cumprimento da decisão do desembargador Rogério Favreto, de liberar Lula de sua prisão política, é necessário executar a prisão em flagrante.

“Conforme consta do despacho da autoridade coatora, e Magistrado – notoriamente gozando férias em Portugal, e, portanto, sem jurisdição em sua própria vara, o juiz de primeiro grau ordenou que a Polícia Federal descumpra a ordem emanada por este Tribunal Regional Federal”, destacam os advogados e advogadas.

O pedido de prisão inclui Drex por não haver cumprido a decisão do desembargador Favreto, que estipulou inclusive prazo para o cumprimento para a soltura de Lula.

Baixe

Pedido de prisão do juiz Sérgio Fernando Moro, por violar ordem judicial determinando soltura do ex-presidente Lula.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]