Vigilantes pedem visibilidade e reconhecimento em sessão na Câmara Municipal de Feira de Santana

Sessão solene em homenagem aos vigilantes é realizada na Câmara Municipal de Feira de Santana.
Sessão solene em homenagem aos vigilantes é realizada na Câmara Municipal de Feira de Santana.
Sessão solene em homenagem aos vigilantes é realizada na Câmara Municipal de Feira de Santana.
Sessão solene em homenagem aos vigilantes é realizada na Câmara Municipal de Feira de Santana.

Experimentar, literalmente, na pele a aflição cotidiana de sair de casa sem saber se volta é o desafio vivido diariamente pelos vigilantes, como destacou o vereador Luiz Augusto de Jesus (Lulinha, DEM), na noite desta quarta-feira (20/06/2018), durante sessão solene comemorativa do dia dedicado à categoria, realizada na Câmara Municipal de Feira de Santana. Ele defendeu a valorização do profissional que atua em diversos segmentos para a manutenção da segurança.

“20 de junho é uma data de grande expressão para o vigilante, pois neste dia foi sancionada a Lei nº 7102/1983, que regula a profissão”, lembrou o vereador, destacando que esta é uma das poucas profissões em que há necessidade, por força de lei, de cursos periódicos de reciclagem de conhecimentos. “São pessoas capacitadas para garantir a proteção, tanto nas instituições públicas como em órgãos privados”, frisou.

O vereador Lulinha ainda destacou algumas legislações que contemplam os vigilantes, a exemplo da obrigatoriedade da presença dos mesmos na área dos caixas eletrônicos dos bancos, bem como a contratação de profissionais 24 horas e de vigilantes do sexo feminino pelas agências bancárias do município.

O presidente da Confederação Nacional dos Vigilantes, José Boaventura Santos, também falou sobre as novas leis, destacando a questão da explosão de caixas eletrônicos e a segurança no auto atendimento bancário para o cidadão. Ele ressaltou a necessidade do profissional de segurança ter visibilidade. “Não somos vistos pelas pessoas”, disse, agradecendo a iniciativa da Câmara Municipal e destacando que a cada dois anos os vigilantes têm que comprovar que continuam honestos.

Representando as vigilantes femininas, Lilian Silva Raquel Alves fez um breve pronunciamento de agradecimento, não somente pela garante a nós mulheres mais uma oportunidade em um mercado tão competitivo. O palestrante da noite foi o instrutor da Escola de Vigilantes, Davi Silva Monte Nero, que abordou a evolução da formação para vigilante, direitos e garantias da categoria e a importância do Dia Nacional do Vigilante, não apenas para comemorar, mas como momento de reflexão.

A Mesa de Honra da sessão solene foi formada por José Carneiro Rocha, presidente da Câmara Municipal, que conduziu os trabalhos; Pablo Roberto Gonçalves da Silva, vereador licenciado e secretário municipal de Prevenção à Violência, representando o prefeito Colbert Martins da Boaventura Santos, presidente da Confederação Nacional dos Vigilantes; Dermerval Barbosa, representando o Sindicato dos Vigilantes de Feira de Santana; Lílian Silva Raquel Alves; e Davi Silva Monte Nero.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115091 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.