Feira de Santana: vereador pede melhor comunicação acerca da Proteção Social Básica

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Cadmiel Pereira: a Proteção Social Básica dá garantia de políticas públicas.
Cadmiel Pereira: a Proteção Social Básica dá garantia de políticas públicas.
Cadmiel Pereira: a Proteção Social Básica dá garantia de políticas públicas.
Cadmiel Pereira: a Proteção Social Básica dá garantia de políticas públicas.

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (20/06/2018), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Cadmiel Pereira (PSC) pediu melhoria na comunicação sobre os serviços e equipamentos ofertados pela Proteção Social Básica e cumprimentou os professores da rede municipal de ensino que estavam presentes nas galerias da Casa.

“A Proteção Social Básica dá garantia de políticas públicas que venham a inserir na política social todos que se encontram em condição de vulnerabilidade social, dificuldade de se inserir na sociedade e sair da situação de risco. Tem como princípios, através da porta de entrada do SUAS, atender as pessoas e encaminhá-las para sistemas que venham recuperar garantias de direitos e terem acesso à saúde, educação e assistência social”, pontuou Cadmiel.

E continuou. “O SUAS é a porta aberta de entrada para o CRAS, que tem serviços que ajudam no equilíbrio e entendimento familiar. A partir daí estas pessoas são inseridas em sistemas que garantam sua inserção na sociedade. Os que tiveram seus direitos infringidos são, portanto, encaminhados aos CERAS. Os funcionários do SUAS têm feito sua parte, mas sempre vemos que a sociedade desconhece a existência desses equipamentos e nem sabem diferenciar cada um. Essa falta de comunicação causa confusão e faz com que as pessoas procurem os equipamentos errados”, observou.

Cadmiel lembrou que todos conhecem o sistema do SUS, mas desconhecem o SUAS. “É através do SUAS que muitas pessoas, em condição de vulnerabilidade, podem ser inscritos e concorrerem a programas sociais, a exemplo do Minha Casa Minha Vida, mas poucos sabem disso e por isso pedimos  que essa comunicação possa ser melhorada. É preciso levar isso aos bairros e escolas municipais. É necessário orientar as pessoas para quem recorrerem em caso de dificuldades ou problemas enfrentados. Mas, infelizmente essas informações não são divulgadas e parte da população está perdendo seus direitos. O direito à assistência social é para todos, não há recusa. São muitos programas bons que devem chegar ao conhecimento de todos”, avaliou.

Cadmiel disse mais que solicitará ao Ministério da Justiça que não indique mais assistentes sociais para o acompanhamento de assistidos à delegacias, ações policiais ou audiências. “O Judiciário que faça concurso para contratar assistentes sociais que desempenhem estas funções. Quando os assistentes do CRAS ou CREAS saem para fazerem estes acompanhamentos, não recebem para isso, estão fazendo além de sua função”, disse.

APLB

Ainda no uso da tribuna, Cadmiel cumprimentou os professores da rede municipal de ensino presentes nas galerias da Casa e pediu que haja diálogo antes das decisões. “Quando se há conversa, há ganhos e tudo ocorre na normalidade. Os professores estão aqui em busca de seus direitos e deve haver diálogo. Vamos levas as reivindicações ao prefeito e esperamos que tudo dê certo no final”, findou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113578 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]