Feira de Santana: vereador Edvaldo Lima não será candidato à deputado federal por impedimento do PP

Edvaldo Lima: somos reféns dos partidos e a Justiça Eleitoral é conivente com essa realidade.
Edvaldo Lima: somos reféns dos partidos e a Justiça Eleitoral é conivente com essa realidade.
Edvaldo Lima: somos reféns dos partidos e a Justiça Eleitoral é conivente com essa realidade.
Edvaldo Lima: somos reféns dos partidos e a Justiça Eleitoral é conivente com essa realidade.

Revelando profunda tristeza e decepção, o vereador Edvaldo Lima (PP), durante pronunciamento na sessão desta quarta-feira (13/06/2018), na Câmara Municipal de Feira de Santana, informou que não irá disputar as eleições para deputado federal, em outubro deste ano. A decisão, como contou o edil, é fruto do impedimento do Partido Progressista (PP).

“É com profunda tristeza na alma que afirmo que somos reféns dos partidos em nossa nação. Trabalhamos, nos elegemos, mas nossos mandatos pertencem aos donos, aos caciques dos partidos. Tive uma reunião com o presidente do PP, o vice-governador João Leão, e ele afirmou que o partido não irá ceder a legenda para minha candidatura a deputado federal. Subo a esta tribuna para dizer a Feira de Santana e à Bahia que eu, que seria o representante da família brasileira na Câmara Federal, não serei mais candidato nas eleições de 2018”, anunciou.

O edil questionou a atuação da Justiça Eleitoral. “Somos reféns dos partidos e a Justiça Eleitoral é conivente com essa realidade. O político que tem ficha limpa deveria ser livre para sair candidato ao cargo que deseja. A Justiça Eleitoral só homologa candidatura com o aval do partido. Temos uma democracia engessada, precisamos de uma democracia verdadeira. O partido me impediu de seguir com minha candidatura. Infelizmente, a minha alma sangra com esse impedimento”, concluiu.

Edvaldo Lima comenta decisão do partido

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (13/06/2018), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Edvaldo Lima (PP) repercutiu a decisão do PP não lhe permitir disputar a eleição para deputado federal.

“Agradeço o convite dos colegas para que eu marche em outros partidos, mas esse é um momento de reflexão. Preciso ir para um partido que não tenha um cacique para mandar, pois caso contrário, prefiro não disputar as eleições. Detesto cacique e pessoas que querem manipular outras. Posso ouvir conselhos, mas jamais ser manipulado por alguém. Infelizmente, o vice-governador João Leão nem me liberou nem me expulsou do partido. Estou aleijado no partido, que pertence a ele e não à esfera política”, pontuou Edvaldo.

Em aparte, o vereador Gilmar Amorim (PSDC) afirmou que por conta da independência convidou Edvaldo a marchar no mesmo partido que ele. “Por isso lhe convidei para o PSDC, lá temos independência. O presidente Álvaro Rios nos deixa à vontade”, disse.

De volta com a palavra, Edvaldo lembrou que como pré-candidato visitou várias cidades baianas, onde conseguiu agregar apoios, principalmente daqueles que comungam das mesmas ideias que ele. “São pessoas que também defendem os valores da família, mas o vice-governador não respeitando minha postura interrompeu minha trajetória. Sempre disse que não quero perpetuar em um poder, que sou a favor da renovação, mas para isso é preciso de uns saiam e deixem os lugares para outros, mas me foi tirado o direito de defender meus ideais no Congresso Nacional”, afirmou.

Para finalizar, Edvaldo disse também que sua declaração de apoio a Bolsonaro foi o motivo para o qual João Leão abortou sua pré-candidatura para deputado federal. “Ele disse que um dos motivos era eu ser Bolsonarista. Vou sim apoiar Bolsonaro, pois é quem vai colocar esta nação nos trilhos. Ele é democrático e está há 27 anos no Congresso Nacional sem manchas. Eu sei que pela idade, João Leão vai passar o cajado para alguém mais jovem, que tenha a mente mais aberta e veja que a democracia é a melhor opção”, findou.

 

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120697 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.