Feira de Santana: agricultores familiares comercializam comidas e bebidas típicas do São João

Comidas e bebidas típicas do período junino são comercializadas na Feira da Agricultura Familiar.
Comidas e bebidas típicas do período junino são comercializadas na Feira da Agricultura Familiar.
Comidas e bebidas típicas do período junino são comercializadas na Feira da Agricultura Familiar.
Comidas e bebidas típicas do período junino são comercializadas na Feira da Agricultura Familiar.

Agricultores de vários distritos de Feira de Santana participam, até sábado (23/06/2018), da Feira da Agricultura Familiar, no estacionamento da Prefeitura. Estão vendendo comidas e bebidas típicas para o período junino produzidos por eles mesmos.

Além do licor, estão sendo oferecidos bolos de vários sabores, doces, amendoim cozido e torrado, beijus recheados, canjica, pamonha, entre outras comidas.

Na banca de Vanessa Soares é grande a variedade de licores, tradicionais, como o de jenipapo, e cremosos, como o de chocolate, cujos preços variam de R$ 11 a R$ 15. “A gente espera ganhar um dinheirinho e passar um São João feliz”, acentua.

Licores tradicionais levam 2 anos para serem vendidos

A diferença entre os licores tradicionais e o cremoso é o tempo e a forma de envasamento. No primeiro caso, explica Vanessa Soares, para que o produto seja levado ao mercado o tempo de infusão demora dois anos ou mais. Usa-se álcool no processo de maturação.

“Já os cremosos são engarrafados imediatamente”, diz. No fabrico é usado leite em pó e leite condensado. “O tempo para o consumo, ao contrário do licor tradicional, não deve passar de três meses”. O sabor adocicado do cremosos os diferenciam ainda mais.

Rosemary Gonçalves, que mora na Mantiba, Distrito da Matinha, está vendendo licores fabricado há dois anos. “Passou este tempo todo curando na bombona. Está bem gostoso”, destaca.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108849 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]