Copa do Mundo 2018: Jornalista feirense Raimundo Lima lança ‘É hexa’, uma marchinha para Seleção Brasileira

Raimundo Lima lança 'É hexa', uma marchinha para a Seleção Brasileira.
Raimundo Lima lança 'É hexa', uma marchinha para a Seleção Brasileira.
Raimundo Lima lança 'É hexa', uma marchinha para a Seleção Brasileira.
Raimundo Lima lança ‘É hexa’, uma marchinha para a Seleção Brasileira.

Um reforço de Feira de Santana para a Seleção Brasileira na Copa do Mundo 2018, que vai acontecer na Rússia: não se trata de nenhum craque de futebol da cidade convocado por Tite, mas de uma música de estímulo aos craques.

O jornalista, professor e empresário feirense radicado em Luanda (Angola) Raimundo Lima é o autor da marchinha “É hexa! , que vem sendo bastante tocada principalmente em Salvador e deve ser um dos hits da Copa entre os baianos, este mês de junho de 2018.

Esta é a segunda música de Copa do Mundo de Raimundo Lima.  Ele também compôs  “Força, palancas!”, para  a Seleção de Angola, que disputou a Copa de 2006, na Alemanha. Raimundo tem profundas ligações com o país africano, onde há quase duas décadas atua como empresário em diversas atividades e mantém inclusive uma fundação para ações humanitárias.

Neste novo trabalho musical, o jornalista e músico amador quer empurrar a torcida canarinho  rumo à conquista do hexacampeonato mundial pelo país do futebol.

“É hexa!”  conta com uma participação  muito especial. A mundialmente famosa guitarra baiana do consagrado Armandinho Macedo (trio elétrico Dodô e Osmar). Os dois são amigos de longa data e Raimundinho, como é conhecido entre seus colegas de jornalismo na Bahia, admirador confesso do talento deste grande músico brasileiro.

A iniciativa de Raimundo Lima na música não se limita a marchinhas para a Copa do Mundo. O jornalista com especialização em Direito  Eleitoral e professor universitário tem algumas composições gravadas por outros cantores em Angola.  A que fez mais sucesso foi  “Canto à Alfabetização”, gravado por dez artistas entre os quais o renomado Filipe Mukenga,  em 2006.

“Amo a música. É uma das paixões da minha vida. De vez em quando crio algo. Mas gosto mesmo é de incentivar os artistas”, diz ele. Já ajudou vários profissionais a gravar e levou músicos brasileiros a África. Em Salvador,  sua  moradia quando não se encontra em Luanda, tem amizade com dezenas de artistas.

Letra e música ‘É hexa!’, de autoria de Raimundo Lima

É hexa! É hexa!

O Brasil este ano vai ser hexa.

É hexa! É hexa!

O Brasil este ano vai ser hexa.

Pra nosso time não tem tempo ruim

Ai! Ai! Ai meu Deus, vai ser assim:

Quem enfrentar o canarinho nem se assanha,

Toma uma surra, com certeza apanha

(REFRÃO)

É hexa! É hexa!…

Com tanto craque nosso ataque é demais

Vai, vai! Você vai ver do que ele é capaz

Nessa copa vai dar um show

Vai haver uma chuva de gol.

(REFRÃO)

É hexa! É hexa!…

Áudio

Vídeo

https://youtu.be/2eaOGL9SHHw

Sobre Carlos Augusto 9759 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).